DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Justiça proíbe venda de vídeo de Colin Farrell

O ator irlandês Colin Farrell conseguiu uma medida cautelar contra a ex-namorada que teria tentado vender na internet uma gravação de relações sexuais do casal.
Um juiz americano proibiu temporariamente que Nicole Narain venda, mostre ou distribua o vídeo de 15 minutos.

O ator, de 29 anos, está processando Narain por danos alegando que ela entrou em contato com a mídia a respeito da gravação e trabalhou com uma empresa que lida com pornografia na internet.

A próxima audiência na Justiça deve ocorrer no dia 10 de agosto em Los Angeles, Estados Unidos.

Acordo verbal

Farrell, de 29 anos, disse que ele e a ex-modelo da revista Playboy, Nicole Narain, de 31 anos, gravaram a fita há dois anos e meio.

O ator alega que os dois fizeram um acordo verbal, antes, declarando que a gravação era “particular e confidencial”.

Farrell também vai entrar com pedido para um mandado judicial que proiba a venda e a distribuição da gravação.

O processo foi iniciado na Suprema Corte de Los Angeles na segunda-feira e também acusa Paul Nash, proprietário da Internet Commerce Group – uma companhia que lida com pornografia na internet.

Segundo o processo, a tentativa “escandalosa dos acusados de lucrar com a celebridade de Colin Farrell supera todos os limites da decência humana”.

Os advogados do ator alegaram que a gravação vai comprometer de forma irreparável a reputação e a carreira de Farrell.

O ator irlandês já estrelou Alexandre, de Oliver Stone, e Minority Report – A Nova Lei, do diretor Steven Spielberg.

Colin Farrel deve voltar aos cinemas no próximo filme do diretor Terence Malick, o épico histórico The New World.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
199