DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Juizes de Nova York vetam casamento entre homosexuais.

A Suprema Corte do Estado de Nova York decidiu nesta quinta-feira (6)que o casamento entre homosexuais não é permitido conforme as leis do Estado, dizendo que uniões deste tipo “violam” os direitos constitucionais.

Com o resultado de 4 votos a 2, a Corte de Apelação determinou que a lei de casamento de Nova York é constitucional e limita as uniões a casamentos entre homens e mulheres. De acordo com o juiz Robert Smith, qualquer alteração na lei vigente deve ser realizada pelos legisladores do Estado.

“Não temos como prever o que as pessoas das próximas gerações irão pensar, mas acreditamos que a atual geração deve resolver a questão por meio de seus representantes eleitos”, disse Smith.

“É um dia triste para as famílias nova-iorquinas”, afirmou Kathy Burke, de Schenectady, que cria uma filha de 11 anos com sua parceira, Tonja Alvis. “Minha família merece a mesma proteção que as família dos meus vizinhos”.

Smith não seguiu a decisão tomada pela Justiça do Estado vizinho de Massachusetts, que decidiu a favor das uniões gays. De acordo com a a juíza Judith Kaye, a corte falhou ao se omitir da responsabilidade de corrigir desigualdades e deixar a questão para os legisladores.

“É função da Justiça garantir as liberdades individuais previstas pela Constituição do Estado de Nova York, e de ordenar revisões caso elas sejam violadas”, disse. “Estou certa de que as gerações futuras verão a decisão de hoje como um passo equivocado”.

Em Massachusetts, o casamento no civil entre homosexuais é legal, graças a uma determinação da Suprema Corte estadual que, no último mês de maio passado, revogou a proibição em vigor na Constituição do estado por considerar discriminatório o fato de os homossexuais não poderem se beneficiar das vantagens legais relativas à instituição matrimonial.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
223