DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Juiz suspende proibição de livro sobre Cuba nas escolas de Miami.

Juiz suspendeu por tempo indeterminado a proibição de um livro sobre Cuba nas escolas de Miami.

O juiz Alan Gold decidiu a favor da União das Liberdades Civis Americanas da Flórida, que queria manter o livro Uma Visita a Cuba.

Em junho, o conselho escolar de Miami-Dade votou a favor da remoção da obra das bibliotecas depois de um pai ter reclamado que o livro passava uma imagem positiva demais sobre a vida sob o regime de Fidel Castro.

A decisão do juiz deve manter o livro nas prateleiras até o caso ser levado ao tribunal.

O conselho escolar removeu todos os 24 livros da série, que fala sobre crianças que vivem em várias partes do mundo.

A Associação de Estudantes do Governo de Miami-Dade e a União das Liberdades Civis Americanas disseram que a remoção dos livros viola o direito constitucional dos estudantes de acesso a informação previsto na Primeira Emenda.

A Primeira Emenda da Constituição dos Estados Unidos garante a liberdade de palavra ou de imprensa no país.

Banimento

“Ao banir totalmente os livros de Cuba e o resto da série, o conselho escolar está, na verdade, proibindo até o exame voluntário dos temas contidos nos livros por estudantes durante seu período de lazer”, disse Gold.

“Isto vai diretamente contra a questão da Primeira Emenda”, acrescentou.

Gold deu à escola até o fim do dia para recolocar os livros removidos nas prateleiras das bibliotecas.

Juan Amador Rodriguez, o pai que reclamou do livro, disse que estava surpreso e decepcionado com a decisão do juiz.

“O livro tem erros. Tem erros de omissão, omissão sobre a realidade do país”, disse Amador.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
225