DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Juiz pede mais recursos para deter ilegais.

Scranton, Pensilvânia – Um juiz da Corte Suprema do estado com sede em Hazleton pede ao Departamento de Segurança Interna o aumento no número de funcionários para ajudar no combate à imigração ilegal na região.

Em uma carta dirigida ao Secretário de Segurança Interna, Michael Chertoff, o juiz Correale F. Stevens, disse que os juizes do condado e funcionários locais eleitos vem discutindo sobre o crescente problema de imigrantes ilegais na região nordeste da Pensilvânia.

Os juizes do condado “dizem que imigrantes ilegais suspeitos de terem cometidos delitos não são resgatados pelos agentes de imigração”, queixa-se Stevens.

O escritório mais perto de Segurança de Aduanas e Imigração fica na Filadélfia, o qual segundo Stevens está sobrecarregado para poder ajudar a administrar os casos locais.

“O sistema não esta sendo utilizado para fazer cumprir as leis de imigração” disse. “Se algum ilegal comete um crime nas localidades, acaba ficando livre”, advertiu.

Tanto Stevens como o prefeito de Hazleton, Lou Barletta, que causou controvérsia com várias propostas sobre imigração ilegal, acreditam que um escritório de Serviço de Segurança de Aduanas e Imigração local, ajudaria aos funcionários a resolver os problemas.

Barletta disse que não viu a carta, mas que apóia a petição do juiz. “Obviamente a atual equipe de funcionários está muito atarefada”, avaliou.

Stevens, eleito em 1997, também enviou carta a funcionários eleitos, entre eles ao representante democrata da Pensilvânia, Paul E. Kanjorski.

Quanto às queixas de Stevens sobre a quantidade de funcionários, a porta-voz de Segurança de Aduanas e Imigração, Ernestine Fobbs, não soube dizer quantos agentes de imigração trabalham nos escritórios do estado, na Filadélfia e na subestação de Pittsburgh.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
222