DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Itamaraty diz que 100 mil brasileiros saem do Brasil, todos os anos

Segundo cálculos do Itamaraty, cerca de 100 mil brasileiros estão deixando o Brasil, em média, nos últimos anos. E os Estados Unidos lideram a lista dos países mais procurados, vindo a seguir Paraguai, Japão, Portugal e Itália.

E um dos reflexos mais importantes dessa contínua e crescente saída de brasileiros para outros países é o aumento considerável do montante de dinheiro enviado pelos brasileiros que vivem no exterior. Em média cada imigrante adulto latino-americano remete entre 150 e 250 dólares por mês para o seu país de origem. São dados oficiais do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, embora não confirmados pela Receita Federal no Brasil.

Aliás, há grande controvérsia nesse aspecto. Enquanto diversas fontes nos Estados Unidos têm divulgado através de jornais como o New York Times, USA Today e Boston Globe, que os brasileiros residentes nos Estados Unidos já enviam mais de 3 bilhões de dólares anualmente ao Brasil, segundo a Receita federal em Brasília, oficialmente esse número é pouco acima de 1 bilhão.
Segundo a Câmara de Comércio Hispano-Americana, o poder de compra da população latina nos Estados Unidos é atualmente superior a 600 bilhões de dólares por ano. Os latinos têm uma renda per capita mensal por volta de 3 mil dólares, muito superior a de qualquer país latino-americano de onde se originam.

Mas há sérios problemas. Centenas de brasileiros estão presos no exterior, especialmente nos Estados Unidos e Europa, mais da metade por causa do tráfico de drogas e prostituição. Muitas famílias de pessoas que saem do Brasil são desestruturadas para sempre por causa da imigração, especialmente quando um dos cônjuges deixa a família em casa para vir buscá-la depois, e nem sempre volta.

Para quem sai do Brasil, sem estrutura – muitos pegam avião pela primeira vez na viagem do Rio ou São Paulo para o exterior – os problemas emocionais são sérios e já merecedores de estudos.
A nova cultura, totalmente diferente da que estão acostumados, o idioma, a saudade dos que ficaram, a discriminação, o estresse em busca de ganhar dinheiro o mais rapidamente possível e “voltar”, tudo isso gera enorme desequilíbrio emocional e psicológico.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196