DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Itália x França: O que disseram os técnicos.

Marcello Lippi (ITA)
Quanto mais avançamos neste torneio, mais percebemos que poderíamos vencê-lo. Nossa confiança cresceu a cada partida, em especial quando derrotamos a Alemanha em um estádio que não poderia ser mais perfeito para eles.

Foi um jogo especial, começando com aquele pênalti, depois o gol de empate e uma queda geral da tensão. Sempre tivemos esperança, mesmo jogando contra grandes adversários.

Ficamos frios; gostaria também de agradecer à torcida italiana pelo seu apoio. Eu sou fã de Zidane, mas o quarto assistente viu o que aconteceu. É bizarro terminar uma carreira desse jeito, se for o fim de sua carreira.

Eu sabia que se marcássemos o primeiro pênalti, faríamos todos os outros. Às vezes a vida lhe traz presentes e é isso que penso de (Fabio) Cannavaro, o melhor defensor do mundo, e de (Gianluigi) Buffon, que fez com que (David) Trezeguet perdesse sua penalidade.

Mas eu estava certo de que iríamos ganhar, porque os jogadores estavam muito motivados pela idéia de ir para a cobrança de pênaltis.

(Francesco) Totti estava sentindo os efeitos de ter jogado 120 minutos contra a Alemanha e talvez ele não tenha se recuperado a tempo. Agora vamos aproveitar este momento fantástico e, mais tarde, vamos ver o que está acontecendo no campeonato italiano. Como eu me sinto neste momento? Sou um campeão mundial e nunca tinha tido essa experiência antes.

Raymond Domenech (FRA)
É uma enorme decepção. Nos preparamos para estarmos no ápice, o time estava cada vez mais forte e tudo corria de acordo com o planejado. Dava para ver como estávamos um pouquinho melhores do que nossos adversários na prorrogação. Os jogadores agora precisam se lembrar do que alcançaram.

O cartão vermelho de (Zinedine) Zidane foi um dos pontos críticos da partida, bem como a saída de Vieira (por lesão). Acabamos com dez homens em um momento em que estávamos controlando o jogo. Quanto ao incidente em si, o quarto assistente viu o que aconteceu e informou ao árbitro. O bandeirinha não viu nada. Eu não sei o que o (Marco) Materazzi disse, mas ele é o Jogador da Partida, não (Andrea) Pirlo. Foi Materazzi quem empatou e provocou a expulsão de Zidane. É triste, mas eu acho que o jogador italiano aproveitou-se do que aconteceu.

Zidane normalmente cobraria uma das primeiras penalidades na disputa de pênaltis, mas sua ausência não mudou muita coisa. Eu não posso culpar os jogadores, pois eles fizeram o máximo que puderam. Foi suficiente? Não.

Tudo em que posso pensar agora é decepção. Meu futuro pessoal não é importante no momento. Estou triste por Zidane, porque ele sempre estava pronto para nos ajudar ao longo da competição. Eu teria preferido substitui-lo cinco minutos antes do final, para que ele tivesse recebido da torcida uma reação diferente ao sair de campo. Eu não sei o que aconteceu, mas eu acho difícil imaginar Zidane dizendo algo como “estou cansado e, já que parece que não vou ser substituído, eu vou dar um jeito de ser expulso”.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
222