DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Irma cai para categoria 1, mas ainda ameaça Flórida e Geórgia

O furacão Irma perdeu força e foi rebaixado à categoria 1 em sua passagem por Tampa na manhã desta segunda-feira, 11, e segue com ventos sustentados de 75 mph e seu centro e está a 60 milhas a norte de Tampa, se movendo pela metade norte da península da Flórida, segundo o National Hurricane Center.

Espera-se que a tempestade enfraqueça ainda mais enquanto continua a se mover para o interior, mas Geórgia e outras partes do Alabama, Tennessee e Carolinas ainda tem o perigo de uma onda de tempestade que ameaça a vida e ventos perigosos.

Grande parte do estado ainda está com ventos muito fortes e recordes de chuvas.

Enquanto isso, cerca de 5,7 milhões de pessoas estão sem energia elétrica — ou seja, cerca de 58% dos lares e 30% da população estão sofrendo com os cortes de luz.
A prefeita de Orange County, Teresa Jacobs, informou que uma pessoa morreu em um acidente de carro provocado pelo furacão Irma, elevando para 4 o número de mortos no estado. A identidade da vítima não foi divulgada. Anteriormente, no domingo, uma policial e um oficial penitenciário morreram em acidentes de trânsito nas imediações de Sarasota. Outro homem faleceu no sábado, quando seu caminhão bateu em uma árvore em Key West.

Irma passa por Tampa na categoria 1 e segue para a Georgia. Foto: Weather Channel.

Jacksonville bateu se recorde de chuvas durante a passagem do furacão e inundações são a preocupação maior. Autoridades pedem que os moradores não saiam para dirigir e o prefeito da cidade alerta a população sobre a gravidade da situação.

O presidente americano, Donald Trump, declarou estado de catástrofe natural na Flórida. A medida permite desbloquear verbas e recursos federais suplementares para socorrer a península varrida pelo furacão.

— Neste momento, estamos preocupados com as vidas, e não com os prejuízos — destacou o presidente após uma reunião com funcionários da Segurança Nacional e de gestão de emergências, prometendo viajar à Flórida muito em breve.

Irma provocou devastação em muitas ilhas do Caribe e deixou 28 mortos na sua passagem pela área: 10 na parte francesa e quatro na área holandesa de Saint Martin, quatro nas Ilhas Virgens americanas, seis nas Ilhas Virgens britânicas e no arquipélago de Anguilla, dois em Porto Rico e um em Barbuda.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags: ,

Gazeta News
Gazeta News
224