DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Inter vence no Japão e é finalista do Mundial de Clubes

Em busca do maior título dos 97 anos de sua história, o Internacional venceu o Al Ahly, do Egito, por 2 a 1, na quarta-feira(13), em Tóquio (JAP), e assegurou sua presença na final do Mundial de Clubes da Fifa.

Agora, a equipe gaúcha espera o confronto entre Barcelona, da Espanha, e América, do México, que se enfrentam amanhã pela segunda vaga na decisão deste domingo.

Favorito no jogo de hoje, o time de Abel Braga foi surpreendido pelos africanos, que chegaram a dominar a partida em diversos momentos, e encontrou dificuldades para chegar à vitória.

Os gols do triunfo brasileiro foram anotados por dois garotos oriundos das categorias de base do clube: o badalado Alexandre Pato, 17, e o discreto Luiz Adriano, dois anos mais velho.

O Internacional iniciou a partida tentando marcar a saída de bola do Al Ahly. Porém, nervosa, a equipe gaúcha não conseguiu impor esse estilo nos primeiros minutos. Assim, permitia as trocas de passe dos egípcios.

Aos poucos, no entanto, o elenco de Abel Braga se acalmou e passou a ditar o ritmo do jogo. Aos 19min, o lateral-direito Ceará fez jogada pela direita e arriscou de fora da área. A bola passou perto do goleiro El Hadary, que levou o seu primeiro susto real.

Pouco depois, Fernandão lançou Pato, que foi desarmado pela defesa do Al Ahly. Na seqüência, Alex dividiu com um adversário e a bola sobrou para o garoto do Inter, que bateu cruzado e marcou o seu segundo gol em apenas duas partidas como profissional.

Mesmo com a vantagem no marcador, o Inter falhava muito em sua retaguarda e permitia que os egípcios incomodassem sua defesa, principalmente em jogadas de bola parada. Aos 36min, El Nahas chutou forte de longa distância e obrigou Clemer a fazer importante intervenção.

Dois minutos depois, o Al Ahly criou a sua melhor chance no primeiro tempo. Após confusão na entrada da área brasileira, a bola ficou com Aboutrika, que acertou a trave direita do Inter.

Na segunda etapa, o técnico português da equipe egípcia, Manoel José, colocou mais um atacante e lançou o seu time ao ataque. A nova tática demorou apenas nove minutos para dar resultado. Depois de cruzamento de Said, o angolano Flávio cabeceou para vencer Clemer e igualar o marcador.

Aos 20min, o Inter perdeu Pato. O atacante deixou o campo com problemas musculares e foi substituído por Luiz Adriano. Na primeira chance que teve, sete minutos após entrar na partida, o jogador aproveitou cobrança de escanteio na primeira trave e definiu a classificação do Inter.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
164