DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Indústrias tecnológicas querem aumento dos H-1B.

Um grupo representante das indústrias high-tech dos EUA está pressionando o Congresso para aumentar o limite de vistos para trabalhadores estrangeiros qualificados. O grupo qualifica o aumento como crítico para manutenção da condição de liderança dos EUA nas áreas de ciência e tecnologia.

Um estudo conduzido pela AEA, anteriormente conhecida como American Eletronics Association (Associação Americana de Eletrônicos), concluiu que há uma necessidade urgente de reformar o sistema para vistos H-1B, que autoriza imigrantes altamente qualificados a trabalhar nos EUA por até sete anos.

De acordo com a AEA, o atual limite de 65 mil vistos já foi atingido para o ano fiscal de 2007, que se inicia em 1 de outubro. O grupo pressiona o Congresso para aumentar o limite para um mínimo de 115 mil vistos anuais, com ajustes de acordo com as condições e necessidades do mercado.

A proposta está alinhada com as defendidas pelo presidente George W. Bush e outros que afirmam que os EUA necessitam da mão-de-obra de estrangeiros mais bem qualificados.

Esse tema, no entanto, está sendo debatido no Congresso no contexto de uma ampla reforma de imigração. Alguns argumentam que o visto H-1B tem pressionado para baixo os salários dos trabalhadores norte-americanos na área de tecnologia.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
222