DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Imprensa internacional destaca milésimo gol de Romário

Jornais e sites de todo o mundo repercutem nesta segunda-feira o milésimo gol da carreira de Romário, marcado no domingo, em São Januário. O feito do camisa 11 do Vasco é citado como histórico e comparado ao alcançado por Pelé, no Maracanã, em 1969.

Mais importante diário esportivo italiano, a “Gazzetta dello Sport” destaca uma semelhança e uma diferente entre os dois lances. “Romário fez seu milésimo gol, e o fez como o ‘Rei Pelé’. A diferença foi que não marcou no Maracanã, mas em São Januário”, publica.

No espanhol “Marca”, é destacado o fato de o atacante ter se tornado o “segundo jogador profissional a alcançar a marca, o único depois de Pelé”. A longa espera pelo gol é manchete do diário: “Romário enfim conseguiu marcar seu milésimo gol… como Pelé”.

O “Olé” argentino, faz um trocadilho com o apelido “Chapolin”, pelo qual o jogador brasileiro é conhecido na Argentina. Na matéria “O Chapumil Romário”, há um perfil do atacante –“um craque indiscutível, único”– e um resumo de sua trajetória rumo ao milésimo gol.

Para os sul-americanos, o camisa 11 “jogou com o calendário como aliado e armou tudo para que o Maracanã fosse o cenário do momento histórico”. Mas o “Olé” não diminui a importância da marca em São Januário. “Depois de quase dois meses, já pouco importava se o gol não fosse marcado no Maracanã.”

O site do PSV, clube que Romário defendeu na Holanda, também destacou o feito do antigo ídolo. “O sonho de Romário de Souza Faria finalmente se realizou. O atacante de 41 anos, ex-jogador do PSV, converteu um pênalti na noite de ontem e encerrou sua procura pela marca.”

Em meio aos elogios ao atacante, o “Daily Mail”, da Inglaterra, foi mais crítico. O título da matéria sobre o milésimo gol é “‘Escolhido’, Romário escreve sua própria história”. Na reportagem, afirma-se que “o atacante brasileiro Romário, que já disse ter sido escolhido por Deus, marcou seu milésimo gol no domingo para entrar para a história –ou, pelo menos, para a sua própria história”.

O “Daily Mail” contesta, também, a contagem de gols do camisa 11. “Uma análise mais ampla dos gols mostra que mais de 200 deles foram marcados em categorias de base ou jogos não válidos por campeonatos”, afirma o diário.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
164