DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Imigrantes brasileiros contam com apoio e até tradutores em escolas americanas

Direito à educação. Essa lei, que faz parte do Estatuto da Criança e do Adolescente no Brasil, também é levada bem a sério nos Estados Unidos. E até mesmo imigrantes ilegais possuem – e devem! – usufruir desse direito.

“O Distrito Escolar de Palm Beach, por exemplo, não exige qualquer tipo de apresentação de estado migratório, carteira de motorista ou cartão de seguro social para matricular seu filho”, explica a brasileira Adriana Giovanini, que trabalha como intérprete e tradutora em Boca Raton (FL). “Educação é um direito que deve ser exercido pelos brasileiros”.

Geralmente, para obter a matrícula na escola, não é necessária muita burocracia. Há, sim, de apresentar alguns documentos, como comprovante de idade e de endereço da criança e um atestado médico feito nos Estados Unidos. Além disso, será necessário preencher formulários com informações sobre o filho. “É muito importante também que o questionário sobre o Idioma Falado em Casa seja preenchido no ato da matrícula, pois isso fará com que seu filho tenha o direito de participar do Programa ESOL (instruções de inglês para pessoas que falam outro idioma)”, explica Adriana.

E o próximo ano letivo, diferentemente do Brasil, terá início agora em agosto. As matrículas podem ser feitas desde já. “O quanto antes, melhor tanto para os pais como para os alunos”, aconselha.
O que muitas escolas também notaram, em especial as que pertencem ao Distrito Escolar de Palm Beach, é que vários pais, com receio por não dominarem o idioma, não comparecem às reuniões do Conselho de Liderança dos Pais (PLC). “Muitos não imaginam que existe um serviço de tradutor na escola ou mesmo aulas de inglês para os pais”, diz Adriana. “É importante que esse tipo de serviço seja bastante usufruído para que ele continue existindo”, explica.

Para mais informações, o Departamento de Educação Multicultural se encontra à disposição. “Sinta-se à vontade para entrar em contato se tiver alguma pergunta ou dúvida”, conclui Adriana. Se precisar de assistência em português, ligue para: (561) 470-7062.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
199