DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Homem é acusado de algemar garoto e deixá-lo passar fome no sul da Flórida

Robert Dersa II, 32 anos,. Palm Springs Police.

Um homem do sul da Flórida foi preso na última segunda-feira, 8, depois de algemar um garoto de 12 anos a uma caixa de cachorro e se recusar a alimentá-la, além de não deixá-la usar o banheiro, disse a polícia.

O acusado Robert Dersa II, 32 anos, de Palm Springs, foi solto após pagar fiança, mas enfrenta acusações de abuso infantil. De acordo com um relatório da polícia de Palm Springs, o Departamento de Crianças e Famílias iniciou uma investigação sobre alegações de abuso infantil envolvendo o garoto desde outubro.

Segundo o relatório policial, Frank Ricciardi, investigador do DCF, entrevistou o menino e o mesmo disse ao oficial que Dersa “o algemou na caixa do cão por mais de 12 horas porque ele teria ido até a geladeira sem permissão e tomou um pouco de creme de café”.

A criança relatou ainda que, toda vez que é algemada na caixa do cachorro, o homem não lhe dá nada para comer e não lhe permite ir ao banheiro. Além dos maus-tratos, houve violência física. O menino teria afirmado que o homem o atingiu com uma “vara” e já o socou antes, aponta o relatório.

Os investigadores questionaram uma mulher que estava na casa, mas que não foi identificada pela polícia. A mesma negou as alegações, dizendo que o castigo que ela dá a ele é mandando-o fazer um trabalho no quintal ou tirando algo dele. Ela afirmou ainda que, a criança está doente e delirante e seu comportamento é uma “merda”.

Uma inspeção na casa fez com que os investigadores descobrissem uma grande caixa de cachorro em um quarto “com dois conjuntos de algemas ligados à frente da gaiola”. Quando questionado sobre as algemas, a mulher disse que é do Dersa e o menino “brincarem”, diz o relatório.

Durante depoimento à polícia na segunda-feira, Dersa disse que o menino “está fora de controle” há vários anos e o chamou de “caso mental”. Ele negou algemar o menino a uma caixa de cachorro, mas quando questionado sobre a gaiola no quarto, Dersa disse que era para duas grandes iguanas, as quais ele não conseguiu comprovar.

Dersa foi liberado da prisão na terça-feira, 9, sob fiança de $ 53,000. Como uma das condições de responder o processo em liberdade, Dersa não tem permissão para entrar em contato com o menino.

Não foi esclarecida a ligação do garoto com o homem e a mulher.

Com informações do Local 10.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags: ,,

Gazeta News
Gazeta News
227