DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Guga vê evolução, apesar de derrota na estréia no Masters de Roma

Apesar da derrota nesta segunda-feira na primeira rodada do Masters Series de Rima, diante do inglês Tim Henman, com um duplo 6/3, a terceira em quatro partidas disputadas em 2005, o tenista Gustavo Kuerten disse que sentiu evolução.

Guga ficou sete meses parado devido a uma cirurgia no quadril direito no ano passado. Nesta segunda, ele também teve uma outra notícia ruim: despencou 24 posições no ranking de entradas, em que agora é o 110º.

“Me sinto muito melhor do que antes, até melhor do que quando fiz a primeira cirurgia e isso é sempre um bom sinal. Tenho trabalhado duro semana a semana e sempre há evolução”, analisou o brasileiro.

Guga reconheceu que ainda está mal fisicamente, mas disse não sentir mais dores. “O meu nível físico ainda está muito baixo. No segundo set eu já estava me sentindo cansado. Sei que tenho que melhorar bastante a parte de força e resistência. Não sinto dor e na verdade a única coisa que me incomoda é a fraqueza na perna direita”, disse o número 162 da Corrida dos Campeões.

Apesar ter ter vencido apenas um jogo nos três torneios que disputou em 2005 –contra o belga Oliver Rochus, na estréia no Torneio de Valência–, Guga disse ter esperança de voltar à sua melhor forma.

“Esse é um ano duro para mim, em que o meu principal objetivo é estar bem fisicamente, para que no ano que vem eu só pense em tênis mesmo. Eu adoro jogar, competir e estar no circuito, mesmo neste estágio em que estou. Sei que tenho chances de voltar a jogar um grande tênis. Se não, estaria em casa.”

Kuerten permanecerá em Roma treinando antes de partir para Hamburgo (Alemanha), para jogar o Masters Series local, o último torneio antes de Roland Garros.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196