DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Guga: 'Ainda tenho muito tênis para dar'

Apesar da queda acentuada no ranking durante o período de recuperação física, o brasileiro Gustavo Kuerten ainda desfruta de prestígio internacional. O ex-número um do mundo está tendo a prova nesta semana de preparação para os jogos do fim de semana contra o Uruguai pela Copa Davis.

Aclamado em Montevidéu, Guga foi matéria de página inteira na edição desta terça-feira do ‘El País’, principal jornal uruguaio. O brasileiro sabe que, mesmo em má fase, será o grande nome do confronto no Carrasco Lawn Tennis Club, em Montevidéu. Em entrevista coletiva após o treino da manhã desta terça, Guga voltou a afirmar que a 297ª colocação no ranking de entradas da ATP não o incomoda. E demonstrou confiança na plena recuperação a partir de 2006.

– Este ano deixei de lado o ranking e muitos torneios para me preparar seriamente para o ano que vem. Acredito em mim e ainda tenho muito tênis para dar – declarou Guga.

Meligeni mantém mistério sobre ordem dos jogos

O ídolo brasileiro afirmou também que o Brasil não pode relaxar por enfrentar um país com pouca tradição no tênis, lembrando que os uruguaios contarão com o apoio da torcida local.

– Estamos treinando bastante, me sinto cada vez melhor e a motivação de jogar uma Copa Davis é sempre especial. Apesar dos uruguaios não terem nenhum jogador muito conhecido ou entre os melhores no ranking, no esporte tudo se decide na hora do jogo. Então, temos que estar preparados, porque eles podem se tornar perigosos, especialmente jogando em casa – disse.

O treinador da equipe brasileira, Fernando Meligeni, continua testando as melhores opções, sem pressa de anunciar a ordem dos jogadores para o confronto – o sorteio dos jogos será feito quinta-feira, ao meio-dia.

Como a primeira partida está marcada para as 14h de sexta-feira, os brasileiros acreditam que o jogo seguinte precisará de iluminação artificial. Por isso, os jogadores já estão treinando também à noite. Já o treino desta terça começou às 11h, horário do primeiro confronto de domingo. Tudo para os brasileiros se adaptarem à temperatura e às condições da quadra. Gustavo Kuerten ficou satisfeito com os treinos.

– O clima surpreendeu bastante, eu estava esperando mais frio e a quadra está muito boa para jogar. Esta semana de Davis é muito especial, principalmente neste momento em que me sinto jogando melhor a cada dia, este tempo com a equipe é muito importante e tento aproveitar o máximo possível – declarou.

O técnico Fernando Meligeni alerta para a possibilidade da temperatura cair, especialmente no segundo jogo de sexta-feira.

– Se a temperatura continuar como está, não teremos problemas. Se esfriar mais, o segundo jogo de sexta será bem mais difícil, mas no geral a quadra está boa, a iluminação é suficiente para os jogadores, não temos do que reclamar – observou.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152