DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Greenpeace leva multa por danificar corais nas Filipinas

O grupo ambiental Greenpeace foi multado pelas autoridades das Filipinas por ter provocado danos a recifes de coral no país.
A multa de quase US$ 7 mil (cerca de R$ 15,8 mil) foi imposta pelas autoridades do Parque Marinho Nacional de Tubbataha ao Greenpeace depois que o seu barco Rainbow Warrior II atingiu os corais na costa da ilha de Palawan.

O barco estava navegando no Mar Sulu como parte de uma campanha do Greenpeace de quatro meses no Pacífico asiático para promover fontes de energia que não prejudicam o meio ambiente.

Durante a viagem, o barco provocou danos em uma área de cerca de 100 km², segundo as autoridades.

Patrimônio mundial

Mergulhadores do Greenpeace estavam no Parque Marinho de Tubbataha para inspecionar os efeitos do aquecimento global nos corais.

A área de corais está listada como um dos patrimônios mundiais da Organização das Nações Unidas (ONU).

O Greenpeace lamentou o incidente e disse que pagaria a multa.

No entanto, o grupo ambiental disse que o mapa do governo das Filipinas indicava que o barco estaria a 2,5 quilômetros dos corais quando o acidente aconteceu.

O Rainbow Warrior II não sofreu danos sérios, e foi rebocado para águas mais profundas por seus próprios barcos de borracha.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152