DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Governo Cubano tenta eliminar antenas clandestinas que recebem notícias de Miami.

O governo de Cuba, onde 11 milhões de pessoas esperam por notícias sobre o estado de saúde de Fidel Castro, prometeu nesta quarta-feira (9) realizar operações para detectar as antenas de satélites ilegais responsáveis por divulgar “um conteúdo desestabilizador” vindo de Miami.

Fidel, que faz aniverário no próximo domingo (13), passou o controle do governo cubano para Raúl Castro, irmão dele, no dia 31 de julho, devido à cirurgia intestinal a que se submeteu.

A entrega do poder, a primeira dos quase 50 anos de governo de Fidel, se deu em caráter temporário.

O dirigente cubano afirmou ter sofrido uma hemorragia intestinal, mas não revelou detalhes sobre sua saúde porque, segundo argumentou, os EUA estão à espreita e porque esse assunto é “segredo de Estado”.

O Granma, jornal do Partido Comunista da ilha, comunicou nesta quarta-feira que “a situação atual” das antenas ilegais deve ser “combatida energicamente”.

“Boa parte da programação recebida por essa via é de conteúdo desestabilizador, uma ingerência indevida, subversiva, que convida à realização de atividades terroristas”, afirmou.

Os problemas de saúde de Fidel tomaram conta dos canais de TV latinos de Miami, cidade onde exilados cubanos vêem no afastamento temporário do dirigente um sinal do final iminente dos 47 anos de governo dele.

O Granma lembrou que o último pacote de medidas aprovado em julho pelo presidente dos EUA, George W. Bush, para pressionar Cuba a mudar de regime, propõe transmitir, via satélite, a programação da TV Martí, uma emissora dominada por anticastristas e financiada pelo governo norte-americano.

Cuba, que vê no canal uma ingerência ilegal, conseguiu bloquear o sinal com interferências eletromagnéticas. Os EUA começaram, no sábado, a transmitir de um novo avião em vôo perto da costa da ilha caribenha, mas não se sabe ainda se as pessoas estão ou não recebendo os programas.

De acordo com estimativas, há pelo menos 10 mil antenas ilegais em Cuba, a maior parte delas equipamentos caseiros e escondidos em lugares insólitos, como dentro de caixas d’água.

É comum que uma pessoa receba o sinal e depois o distribua, por meio de cabos, para dezenas de vizinhos.

Sem notícias

Nem Fidel nem Raúl, um general de 75 anos de idade que, como prevê a Constituição, assumiu o controle do Conselho de Estado, das Forças Armadas e do Partido Comunista, foram vistos em público após a transferência de poder.

Autoridades cubanas disseram que Fidel está se recuperando e que regressará ao controle do governo quando sua saúde permitir.

O canal de TV e os jornais públicos de Cuba continuaram reproduzindo, na quarta-feira, mensagens de apoio enviadas por intelectuais do mundo todo e mostrando imagens de comícios em que trabalhadores juram lealdade a Fidel e ao irmão dele.

“Nós daremos apoio a Raúl e ao nosso Partido Comunista com a confiança de sempre”, afirmou uma carta enviada a Fidel pela União de Jovens Comunistas e publicada na primeira página do jornal Juventud Rebelde.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
223