DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Governo aprova pílula contra AIDS.

Uma pílula que deve ser tomada uma vez por dia, e que combina três drogas contra o vírus da imunodeficiência adquirida humana (HIV) recebeu, na semana passada, aprovação do governo federal norte-americano. Os pacientes contarão com o primeiro coquetel triplo em dose única.

A pílula Atripla combina três drogas aprovadas pela Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA) para a AIDS, que fazem parte dos coquetéis mais receitados para o tratamento da doença.

A Atripla pode substituir as duas ou mais pílulas que devem tomar os pacientes HIV-positivos para manter o vírus contido.

O novo medicamento poderá simplificar e baratear o tratamento da AIDS e frear sua aparição e transmissão. As céculas resistentes aparecem quando os pacientes deixam de tomar seus medicamentos.

“É uma vanço revolucionário para todos os que vivem com AIDS”, disse Frank Oldham, diretor-executivo da Associação Nacional de Pessoas com AIDS.

Ele acrescentou que os pacientes devem tomar outros medicamentos para prevenir infecções e outras complicações que levam à debilitação do sistema imunológico. Alguns tomaram a Atripla como uma quarta droga contra a doença.

A Atripla combina Viread (tenofovir), Emtriva (emtricitabina) e Sustiva (efavirenz). O Viread e a Emtriva, ambos fabricanos pela Gielad Sciences Inc, de Foster City, na Califórnia, são vendidos combinados sob a marca Truvada. A Sustiva é fabricada pelo laboratório Bristol-Myers Squibb Co, de New York.

O preço no atacado, nos Estados Unidos será de $1.150 para 30 dias, e o medicamento estará a venda até o final desta semana.

Várias tentativas anteriores de combinar as três drogas fracassaram. As duas companhias finalmente adotaram um processo chamado “capa dupla” para criar a pílula única.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
223