DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Gestante com morte cerebral mantida viva para salvar bebê

Uma americana com morte cerebral está sendo mantida viva por aparelhos, na esperança de que o bebê de 21 semanas em seu ventre sobreviva. O marido afirma ter certeza de que ela aprovaria essa medida. Jason Torres disse que os médicos acreditam que o feto tem chances de sobreviver se Susan Torres viver mais outro mês, e se o câncer de que é vítima permanecer longe do útero.

O marido explicou ter decidido manter a mulher viva quando os médicos do Hospital Central de Virgínia lhe perguntaram se deveriam desconectá-la dos aparelhos, depois de concluírem que ela não se recuperaria.

“Odeio vê-la nestas máquinas malditas e odeio usá-la assim, porque ela vale muito mais que isso”, disse Torres ao jornal USA Today. “Mas Susan realmente queria este bebê. E ela é uma mulher muito determinada. É provavelmente por isso que chegou tão longe.” A direção do hospital informou que não está discutindo o caso.

Susan Torres, de 26 anos, que era pesquisadora no Instituto Nacional de Saúde, perdeu a consciência após um derrame em 7 de maio, depois que um melanoma se espalhou por seu cérebro. Torres contou que os médicos lhe disseram que as funções cerebrais dela haviam parado. Segundo ele, o feto aparentemente está bem, mas os médicos lhe explicaram que não conhecem nenhum caso em que uma mãe com morte cerebral e melanoma tenha dado à luz um bebê.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152