DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Gerente do McDonald´s receberá $110 mil pela captura de serial killer em Tampa

Howell Donaldson III, 24, foi preso no dia 28 de novembro em Tampa. Foto: Tampa Police Departament.

A gerente geral do McDonald’s, Delonda Walker, cuja denúncia levou à prisão do suspeito de ser o assassino em série de Tampa, receberá a recompensa total de $110 mil dólares, garantiu o prefeito de Tampa, Bob Buckhorn, na última sexta-feira, 1.

Walker alertou a polícia na terça-feira, 28, após o suspeito Howell Donaldson III, 24, que também trabalhava na lanchonete, entregar-lhe uma bolsa contendo uma arma calibre 40 Glock, a mesma usada nos assassinatos, segundo a polícia.

Donaldson havia dito a Walker que planejava deixar o estado. Walker então se aproximou de um policial que estava no McDonald’s da Ybor City e entregou a bolsa com a arma relatando o ocorrido, segundo informado pelas autoridades.

O dinheiro da recompensa foi levantado pelo Crime Stoppers, o ATF, o FBI, o Florida Department of Law Enforcement, bem como associações locais e cidadãos particulares. Walker disse que está “grata” por ter sido capaz de ajudar com a prisão, mas solicitou privacidade em meio à investigação em andamento.

Os assassinatos de Seminole Heights começaram no dia 9 de outubro, com o assassinato de um homem de 22 anos. Dias depois, uma mulher de 32 anos foi encontrada morta em um terreno vago dois dias; logo depois um homem de 20 anos foi morto no dia 19 de outubro. A quarta e última vítima foi um homem de 60 anos assassinado no dia 14 de novembro. Todos os assassinatos ocorreram em paradas de ônibus.

Família

Os pais do suposto assassino em série acusado de matar quatro pessoas ao longo de 36 dias disseram em sua primeira entrevista pública na última sexta-feira, 1, que estão “devastados” por suas vidas e pelas famílias de suas supostas vítimas.

Howell Emanuel Donaldson III, de 24 anos, foi preso no dia 29 de novembro acusado por uma série de assassinatos no bairro residencial de Seminole Heights. Ele foi pego depois que pediu a um colega de trabalho no McDonald’s, onde ele estava empregado, para guardar uma bolsa que continha a arma supostamente usada nos assassinatos. O colega de trabalho alertou o policial que estava no restaurante na época, levando eventualmente à prisão de Donaldson.

Dias após sua prisão, os pais do suspeito, Howell e Rosita Donaldson, falaram ao Tampa Bay Times sobre seu filho, a quem eles chamaram de Trai. Durante a entrevista, seus pais ofereceram condolências às famílias das vítimas e expressaram apoio para o filho.

“Estamos aqui para apoiar o nosso filho. E nós só queremos que as famílias saibam que as amamos. Nossos corações estão pesados ​​por sua perda”, disse Howell Donaldson.

“Eu senti uma devastação pelas famílias quando começou, e rezei por essas famílias logo no início e depois. Quando prenderam meu filho, fiquei devastada porque o amo”, acrescentou Rosita Donaldson. “E então houve descrença de que isso estava acontecendo com nossa família e nós perguntamos o porquê. Só por quê? Por quê? “

Se condenado, Trai Donaldson pode enfrentar a pena de morte. Ele está detido na prisão de Hillsborough County e sua audiência está marcada para a terça-feira, 5.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags: ,,,

Gazeta News
Gazeta News
225