DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

G 8 recomenda fim de operações militares de Israel no sul do Líbano.

São Petersburgo – O G 8, grupo dos oito países mais ricos do mundo mais a Rússia, divulgou declaração na qual mostra preocupação com a situação no Oriente Médio, principalmente os conflitos armados iniciados por Israel no sul do Líbano. Os israelenses iniciaram o ataque aéreo após o seqüestro de dois solados, o que foi atribuído ao Hizbollah, que mantém bases no país. A ofensiva já destruiu partes da capital, inclusive o aeroporto internacional de Beirute.

De acordo com o documento divulgado durante a reunião do G 8 em São Petersburgo, na Rússia, a “raiz dos problemas na região é a ausência de uma compreensão de paz no Oriente Médio”.

Os representantes afirmam que, para criar condições de cessar a violência e chegar a uma solução mais permanente é necessário adotar algumas medidas, como o retorno de soldados seqüestrados pelo Hizbollah. Pede ainda o fim do bombardeio em Israel e das operações militares de Israel e a retirada das forças israelenses de Gaza, além da libertação de ministros e parlamentares palestinos presos. A declaração diz que o objetivo é o fim da violência e o engajamento entre Palestina e Israel.

Fazem parte do G8: Estados Unidos, Grã-Bretanha, Alemanha, França, Japão, Canadá, Itália e Rússia. O encontro que começou no sábado em São Petersburgo, na Rússia, termina hoje (17). Na última quarta-feira, quatro brasileiros foram mortos nos bombardeios israelenses. O casal de libaneses naturalizado brasileiro Akil Merhei e Ahlam Jabir e seus dois filhos após um míssil atingir a cidade de Srifa, no sul do Líbano. Eles moravam em Foz do Iguaçu, no Paraná, e estavam em férias no Oriente Médio.

Agência Brasil

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
223