DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Fome ameaça dez milhões no sul da África, alerta ONG

A organização de ajuda humanitária britânica Oxfam alertou nesta quinta-feira que cerca de dez milhões de pessoas podem enfrentar escassez de alimentos neste ano no sul da África, em uma faixa de países que inclui Malaui, Zâmbia, Zimbábue e Moçambique.
O alerta da Oxfam recebeu o respaldo do programa Alimentar Mundial da ONU, que disse que a seca deste ano na região é a pior desde 1992.

Segundo a Oxfam, o mundo está ignorando as lições aprendidas com a crise de fome em Níger neste ano ao não agir rapidamente para evitar uma repetição do problema.

Em Níger e nos países vizinhos, a comunidade internacional apenas começou a agir após a divulgação de imagens chocantes de crianças agonizando, apesar de a crise ter sido prevista com meses de antecedência.

Alarme

Região já havia enfrentado escassez de alimentos em 2002

O programa de alimentação de ONU também alertou que a crise alimentar no sul da África deve aumentar à medida que se aproxima a entressafra agrícola na região, em dezembro, e pela pandemia de Aids.

A região enfrentou uma grave escassez de alimentos que havia gerado uma campanha internacional em 2002, e a seca neste ano tem sido pior do que naquele ano.

A Oxfam começou a distribuir alimentos no Malaui nesta semana, mas a organização diz que é necessária uma ajuda ainda maior.

Um porta-voz do Programa Alimentar Mundial da ONU disse que o sul da África é hoje o local de maior preocupação para a organização.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152