DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Flórida: GTech e Lottomatica têm aprovação para se fundirem.

A empresa norte-americana GTech Holdings, maior vendedora de sistemas informatizados de loterias, comunicou nesta quarta-feira(16) que a Florida Lottery (um dos maiores clientes da GTech) aprovou a fusão da empresa com a italiana Lottomatica, de acordocom documento registrado junto à SEC (Securities and Exchange Commission, o órgão regulador do mercado financeiro dos EUA).

No começo deste ano, a Lottomatica havia divulgado a aquisição da norte-americana GTech por 4 bilhões de euros. No entanto, entre os termos do contrato estava a exigência de que os principais clientes da empresa teriam de manter seus contratos com a GTech.

Os Estados de Rhode Island, Nova York, Illinois, Ohio e da Georgia já haviam informado que a venda da GTech não afetaria seus contratos com a empresa.

A GTech tornou-se conhecida no Brasil quando estourou o escândalo que envolveu Waldomiro Diniz, ex-assessor do então ministro José Dirceu (Casa Civil), em um caso de irregularidades na licitação de contratos para a loteria da Caixa Econômica Federal.

A empresa teria sofrido cobrança de propina de Diniz para ter seu contrato com a CEF renovado. À época (2003), Diniz era integrante da Loterj (Loteria Estadual do Rio de Janeiro).

Com esta fusão, a Lottomatica se tornar, a maior operadora mundial de loterias, operando em 100 países, com cerca de 6.300 funcionários. A Lottomatica irá oferecer US$ 35 por cada ação da Gtech, informou a empresa em nota publicada hoje. A empresa italiana irá assumir ainda débitos da norte-americana.

A Gtech foi criada em 1976 pelo analista da IBM Guy Snowden e pelo matemático Victor Markowicz. Em 1983 a empresa lançou ações no mercado e em 1987 já detinha cerca de 70% de participação no mercado global de loterias.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
223