DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Flamengo volta a perder muitos gols e apenas empata com o Paraná

Mais uma vez a falta de pontaria de seus jogadores atrapalhou o Flamengo, e o time saiu da Arena da Ilha apenas com o empate em 1 a 1 contra o Paraná. No confronto entre um dos piores ataques (22 gols) do Campeonato Brasileiro e a melhor defesa (19 gols), a igualdade foi o resultado mais justo. O Flamengo segue fora da zona de rebaixamento, agora com 20 pontos, e na 18ª colocação na tabela. Já o Paraná perdeu uma ótima oportunidade de encostar no líder Corinthians, e com 33 pontos vai ficar na sexta posição porque foi ultrapassado por Fluminense e Goiás.

Na próxima rodada, a 20ª do Campeonato Brasileiro, o Flamengo vai à Goiânia enfrentar o Goiás, enquanto o Paraná enfrenta o Cruzeiro, no Mineirão. As duas partidas serão disputados no domingo (14/8) às 16h.

O jogo começou quente e logo aos 4 minutos Jean perdeu um gol incrível. Após fazer uma linda jogada, driblar o zagueiro e o goleiro, o atacante ficou na dúvida e tentou cruzar, mas a zaga do Paraná salvou fácil. Dois minutos depois a defesa carioca falhou e a bola sobrou para Mário César acertar um lindo chute e abrir o placar: 1 a 0. O Flamengo não sentiu o gol e foi para cima, mas esbarrava na já conhecida falta de pontaria de seus jogadores. Jean e Renato perderam duas boas chances com dois chutes para fora.

O time paranaense tentava encontrar espaço para contra-atacar, mas a zaga do Flamengo evitava as tentativas no meio-campo fazendo faltas e o goleiro Diego pouco trabalhava. Do outro lado a pressão era grande. Aos 36 minutos, o time carioca chegou ao empate após uma falha do goleiro Flávio. O lateral-direito Leonardo Moura chutou para o gol ao invés de cruzar e o goleiro paranista se enrolou com a bola, colocando ela para dentro. Foi o empate em 1 a 1, para alegria da torcida que estava na Arena da Ilha. A etapa terminou sem mais nenhuma chance de gol.

O segundo tempo começou como terminou o primeiro, com o Flamengo em cima e o Paraná se defendendo e buscando esperando uma boa arrancada de Borges. Sem chances de marcar, o técnico Celso Roth tentou deixar o time mais ofensivo, tirando o cabeça-de-área Fabiano e colocando o atacante Fabiano Oliveira. Aos 19 minutos Jônatas dominou sozinho no bico da grande área, mas chutou fraco, nas mãos do goleiro Flávio.

Os dois times melhoram na partida

A partida esquentou e os dois times corriam muito. Aos 21 Renato cruzou, Jean ajeitou a bola e Jônatas chutou, mas o goleiro do Paraná defendeu com facilidade. Um minuto depois Jean puxou um contra-ataque e rolou para Renato, o meia tentou devolver mas a zaga cortou para escanteio. Aos 23 Borges entrou sozinho pela esquerda após falha de Augusto Recife, mas Fábio apareceu para cortar. Um minutos depois Thiago Neves chutou com perigo, Diego não segurou e no rebote o zagueiro Renato salvou o time da Gávea.

Aos 29, Vicente cobra escanteio para o Paraná, o zagueiro Rentao desvia de cabeça e quase marca contra, mas Diego salva. Roth tira Souza e Jônatas para pôr Júnior e Fellype Gabriel e a torcida chama o treinador de burro. Nervosos, os dois times não conseguiam criar mais jogadas e o jogo terminou empatado em 1 a 1.

Flamengo 1 X 1 Paraná

Local: Estádio Luso-Brasileiro, Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Romildo Correia (SP)

Gols: Mário César aos seis e Leonardo Moura aos 36 minutos do primeiro tempo.

Cartões Amarelos: Renato Goiano e André (FLA) e Mário César e Thiago Neves (PAR)

Público: 15.002 presentes

FLAMENGO: Diego, Leonardo Moura, Renato Goiano, Fernando e André; Augusto Recife, Fabiano (Fabiano Oliveira), Jônatas (Júnior), Renato e Souza (Fellype Gabriel); Jean. Técnico: Celso Roth.

PARANÁ: Flávio; Daniel Marques, Marcos e Aderaldo; Neto, Beto, Mussamba, Mário César (Thiago Neves) e Vicente; Borges (Flávio Alex) e André Dias. Técnico: Lori Sandri.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
244