DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Fla vence e sai da zona de rebaixamento

Não poderia ter sido melhor a estréia do atacante César “El Tigre” Ramírez com a camisa do Flamengo. Na noite deste sábado, na Arena da Ilha do Governador, a equipe rubro-negra derrotou o São Caetano por 2 a 0, com um gol de Ramirez e outro de Renato, cobrando pênalti sofrido pelo próprio atacante paraguaio. Mais do que isso, a vitória tirou provisoriamente o Flamengo da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

O rubro-negro chegou aos 30 pontos e ocupa agora a 18ª colocação na tabela de classificação, com sete vitórias em 30 jogos. Já o Azulão do ABC, apesar da derrota, permanece em 14º, com 32 pontos. O Flamengo volta a campo no clássico contra o Fluminense, na próxima quarta-feira, às 21h45m, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. No mesmo dia, porém às 19h30m, o São Caetano recebe o Figueirense, no Anacleto Campanella.

O Flamengo precisava da vitória e partiu para cima do adversário desde o início, e logo no primeiro minuto, Sílvio Luiz foi obrigado a fazer uma grande defesa após cabeçada de Leonardo Moura. Aos três foi a vez de Júnior Baiano cabecear forte e o goleiro do Azulão espalmar, com firmeza.

A primeira boa chance do São Caetano aconteceu apenas aos 21. Edílson aproveitou uma falha da zaga e entrou livre, chutando na saída de Diego, mas o goleiro ainda conseguiu desviar a bola. O Flamengo tinha mais volume de jogo, mas não era efetivo nos ataques.

Aos 29, o estreante César Ramírez cruzou bem para Leonardo Moura, mas o lateral, livre, chutou para fora. Aos 39, “El Tigre” chutou sem direção, mas Fellype Gabriel escorou para fora.

O Flamengo esteve bem no primeiro tempo, mas foi depois do intervalo que o time cresceu. Logo no primeiro minuto, Ramírez recebeu pela esquerda, deu um belo drible no marcador e chutou forte, sem chance para Sílvio Luiz. Um minuto depois, Leonardo Moura fez grande jogada, mas Fellype Gabriel chutou para fora.

Com a vantagem no placar, o Flamengo continuou pressionando. Aos 15, Jônatas chutou forte e Sílvio Luiz fez grande defesa. O que a torcida não contava, no entanto, é que o time fosse perder Júnior Baiano, aos 23, por tocar a mão na bola. Como o zagueiro já tinha recebido um cartão amarelo, acabou expulso.

O gol que selou a vitória rubro-negra saiu aos 43 minutos do segundo tempo. Ramírez recebeu lançamento, dividiu com Thiago e caiu na área. O árbitro marcou pênalti, que Renato cobrou e marcou, mas o árbitro Antônio Hora Filho mandou repetir, alegando invasão de área. Na segunda cobrança, Renato mudou o canto e fez mais uma vez, garantindo o resultado.

Flamengo 2 x 0 São Caetano

Local: Arena da Ilha do Governador

Árbitro: Antônio Hora Filho, auxiliado por Antônio da Cruz Santos e Ivaney de Lima

Cartões amarelos: Leonardo Moura e Renato (Flamengo), Zé Luiz e Dimba (São Caetano)

Cartão vermelho Júnior Baiano (Flamengo)

Gols: César Ramirez (Flamengo), a um minuto, e Renato (Flamengo), aos 44 minutos do segundo tempo

Flamengo: Diego; Leonardo Moura (Léo Cruz), Júnior Baiano, Renato Silva e André; Augusto Recife, Jônatas, Renato e Souza (Diego Souza); Fellype Gabriel (Rodrigo) e César Ramírez. Técnico: Andrade.

São Caetano: Sílvio Luiz; Ricardo Lopes (Raulen), Gustavo, Thiago e Triguinho; Zé Luiz, Pingo, Paulo Miranda (Jean Carlos) e Canindé (Fábio Pinto); Edílson e Dimba. Técnico: Jair Picerni.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152