DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Finanças: Vencendo as resoluções de ano novo

Começo de ano, mil resoluções pela frente, caderno novo, folhas em branco, oportunidade de escrever mais um capítulo em nossas vidas.

Observando a mídia ao longo dos anos, percebi que nesta época aparecem mil e uma maneiras diferentes de se mudar velhos hábitos, de se transformar. Mas, mas as semanas começam a passar e com elas vem o primeiro mês, o segundo… as resoluções começam a serem cortadas, abreviadas, eliminadas. O que aconteceu? Por que não conseguimos seguir adiante com nossas resoluções?

Simplesmente porque resoluções não podem se cumprir sozinhas. Por que para cada resolução tem que haver um planejamento adequado. Planejamento este que acontece porque é composto de pequenos passos.

Você já ouviu falar da teoria dos 21 dias? Cada mudança torna-se extremante vitoriosa se nos forçamos nestes primeiros 21 dias. Após este tempo, vira hábito, tornando-se muito mais fácil a mudança. Isto é verdade para as pessoas que querem ter uma vida mais saudável, para as pessoas que querem se preparar para uma carreira melhor, para as pessoas que querem mudar o futuro de sua saúde financeira…

Não sou especialista em saúde ou carreiras, mas sou em saúde financeira, então vou dividir um pouquinho do que aprendi nos últimos 8 anos em termos de atingir minhas metas financeiras. Não são muitos passos, acredite. É muito mais simples do que a gente imagina, mas exige disciplina.

Planejamento e execução:

1) Crie um orçamento. Se você tem dificuldades em saber como começar, me procure e eu terei prazer em ajudar;

2) Se você já possui um orçamento, faça uma revisão. Encontre dinheiro escondido em seu orçamento fazendo uma revisão aguçada de cada despesa. É necessária? Pode ser modificada? Cortada? Reduzida?

3) Comece com um objetivo. Por exemplo, criar uma poupança para não usar o seu cartão de crédito no próximo Natal.

Uma vez que você determine o objetivo, crie o plano de ação. Usando o exemplo acima; pense em quanto você quer poupar: $2 mil dólares, por exemplo? Isso significa que você teria que poupar $38 por semana até o fim do ano. Veja bem uma coisa e pense: “Quero ter uma grana separada para o Natal deste ano”; outra coisa é quando você diz: “Vou poupar $38 dólares por semana”.

Esta pequena diferença de se planejar e determinar um objetivo é o que fará com que você tenha sucesso.

Agora, vamos ser francos, se além do planejamento não houver também a execução, fica difícil atingir os nossos objetivos, porque a vida acontece. Uma semana você quis comprar uma coisa especial, outra semana você “precisou” pagar uma coisa extra.

Então, para ajudar na execução, faça um depósito automático em sua conta todo mês. Ou semana, você escolhe. Trate a sua poupança como uma conta que você tem que pagar, adicione a mesma em seu orçamento. Depois de um ou dois meses, você já vai estar acostumado com esta dedução automática em sua conta. E, quando chega a este ponto, tudo fica bem mais fácil.

Resolução financeira não é bicho de quatro cabeças. Uma vez que voce planeje e execute, os frutos a serem colhidos serão fartos.

Este foi somente um exemplo do que você pode atingir se você planejar a sua resolução e seguir com afinco a execução da mesma. Esta e uma fórmula simples, que pode realmente ser usada para qualquer resolução que você tenha em sua vida. E se houver falta de entendimento para o planejamento, procure um profissional da área que possa te auxiliar.

Uma ótima semana para todos!

Baixe nosso app:

Comments

comments

Tags:

Claudia Fehribach
Claudia Fehribach
Carioca, formada em Artes pela Universidade do Rio de Janeiro. Conselheira financeira especialista em orçamento, aconselhamento de crédito pessoal e hipotecas reversas. Atua na empresa DebtHelper.com. Envie sua dúvida por email.
421