DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Festival de cinema francês presta homenagem a Fernanda Montenegro

Os atores Fernanda Montenegro e Paulo José serão os convidados de honra do Festival de Cinema Brasileiro de Paris, que acontece de 13 a 19 de abril, e que terá 30 filmes, entre eles nove longas-metragens em competição.

Além das nove películas em competição, o público poderá conferir retrospectivas dedicadas aos dois atores veteranos do cinema brasileiro.

Grande dama do teatro brasileiro, Fernanda Montenegro estreou no cinema em 1964 em “A Falecida”, de Leon Hirszman. Em 1980 voltou a ser dirigida por ele em “Eles Não Usam Black-Tie”, premiado com o Leão de Ouro de melhor filme do Festival de Cinema de Veneza.

Em 1999, novo sucesso internacional com “Central do Brasil”, de Walter Salles, com o qual obteve o prêmio de melhor atriz do Festival de Cinema de Berlim, e recebeu uma indicação ao Oscar.

Paulo José, inesquecível em “Macunaíma”, de Joaquim Pedro de Andrade, trabalhou em dezenas de filmes dos mais importantes diretores brasileiros, durante seus 40 anos de carreira, mas também é homem de teatro, co-fundador do Teatro Arena de São Paulo, e além de ator é diretor, cenógrafo e produtor.

Além dos homenageados, estarão presentes outras personalidades do cinema do Brasil como os diretores Joel Zito Araújo, Pedro Cezar, Marcos Bernstein, Lúcia Murat, Alice de Andrade, Sandra Werneck, Helena Solberg e Maria Augusta Ramos, e os atores Fernando Torres, Daniel de Oliveira, Maria Flor e Ludmila Dayer, além de vários produtores.

As obras que disputam o prêmio principal são “Benjamim”, de Monique Gardenberg, “Cazuza, O Tempo Não Pára”, de Sandra Werneck e Walter Carvalho, “O Outro Lado da Rua”, de Marcos Bernstein, “O Diabo a Quatro”, de Alice de Andrade, “Fábio Fabuloso”, de Pedro Cezar, Ricardo Bocão e Antônio Ricardo, “Vida de Menina”, de Helena Solberg, “Justiça”, de Maria Augusta Ramos, “Quase Dois Irmãos”, de Lúcia Murat, e “Redentor”, de Cláudio Torres

No Ano do Brasil na França, a associação Jangada, que organiza há sete anos o festival, incluiu na seleção oficial também seis curtas-metragens.

Paralelamente à organização do festival, a associação Jangada, cujo objetivo é a promoção do cinema brasileiro, decidiu criar neste ano uma distribuidora, a Jangada Distribution, dedicada à cinematografia do Brasil, que distribuirá sete filmes na França em 2005.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
226