DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

EUA pedem cooperação internacional para prevenir gripe do frango

O secretário de Saúde e Serviços Humanitários dos EUA, Mike Leavitt, advertiu na sexta, 14, que nenhum país está suficientemente preparado para fazer frente a uma epidemia da gripe do frango e que só a cooperação internacional poderá evitar isso.

Embora Leavitt tenha reconhecido que ainda não se sabe se o vírus H5N1- encontrado nesta semana nas aves da Turquia e responsável, no ano passado, pela morte de 60 pessoas na Ásia , 40 delas só no Vietnã – é capaz de provocar uma pandemia, alertou que ele poderia causar a morte de milhões de pessoas e “mudar a cultura, a política e a prosperidade de outros milhões”.
Leavitt está na capital vietnamita, a última etapa de uma viagem pelo sudeste asiático feita para debater com as autoridades e os especialistas desse país as medidas que visam a prevenir que o vírus causador da gripe do frango provoque uma crise sanitária global.
O americano assegurou que o vírus ainda não é facilmente transmitido entre humanos e que a principal tarefa é frear a propagação do H5N1 entre as aves.
Leavitt reuniu-se com a secretária de saúde vietnamita, Tran Thi Trung Chien, e pediu que o Vietnã se pronuncie com “cooperação e transparência” na luta contra a gripe do frango.
A comunidade internacional criticou o Vietnã, no ano passado, por minimizar a importância da ameaça da gripe do frango e anunciar precipitadamente que o vírus estava quase eliminado.
Leavitt também anunciou que o governo americano doou US$ 6 milhões para o Vietnã a fim de financiar o treinamento de equipes de resposta rápida, provisões médicas, desenvolvimento de sistemas de observação nas aldeias e uma campanha de conscientização do público.
Ele acrescentou que os EUA estão “dispostos” a apoiar as tentativas do país comunista no desenvolvimento de uma vacina contra a gripe do frango.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
153