DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Estudo mostra benefícios da aspirina para 'maiores' de 50

Homens e mulheres de 50 anos ou mais deveriam tomar uma aspirina por dia para reduzir o risco de ataques cardíacos e derrames, segundo estudo realizado pelo médico Peter Elwood, da Universidade de Cardiff, na Grã-Bretanha.
O estudo, que será publicado no British Medical Journal, avaliou 2,5 mil homens por 25 anos e concluiu que as pessoas de meia idade têm risco alto o suficiente para se beneficiar do uso do medicamento.

Elwood defende a ampliação do uso da aspirina.

No entanto, a British Heart Foundation alertou que a ingestão prolongada do medicamento pode trazer danos a determinadas pessoas.

Efeitos colaterais

“Tomar uma dose diária de aspirina – já prescrita pelos médicos a pessoas que tiveram um ataque cardíaco – provavelmente será benéfico para a maioria das pessoas com mais de 50 anos”, disse Jeremy Pearson, diretor da British Heart Foundation.

“Os riscos e custos são baixos e os benefícios potenciais, significativos”.

“Ainda precisa ficar provado se esse tratamento pode impedir um em cada quatro ataques cardíacos, mas estamos ansiosos para ver a publicação dos resultados desse estudo”.

“É importante, porém, que as pessoas tenham consciência dos riscos antes de optarem por tomar aspirina por um longo período”.

“O medicamento pode, ocasionalmente, provocar problemas de sangramento ou uma reação alérgica. Por isso, as pessoas precisam se informar com o médico antes de começarem tal procedimento.”

Os médicos já recomendam aspirina para pacientes que tenham chances acima do normal de ter um ataque cardíaco ou derrame, desde que não existam razões médicas para que o medicamento não seja prescrito, como os efeitos colaterais indesejados.

Risco

A pesquisa de Elwood descobriu que 80% dos homens ultrapassam esse risco em torno dos 50 anos, sugerindo que mais pessoas que ainda não tomam aspirina podem se beneficiar de um compromido de 75mg por dia.

“Se todo mundo seguisse esse conselho, potencialmente dezenas de milhares de vidas poderiam ser salvas por ano e com custo quase zero”, disse o médico em uma conferência organizada pela Aspirin Foundation, em Londres.

Segundo ele, a aspirina é barata e segura para a maioria das pessoas.

Ele observou que duas a três pessoas em cada mil podem ter complicações, como sangramento do estômago.

Elwood disse que as pessoas devem fazer suas próprias avaliações, pesando os riscos e os benefícios, antes de decidir se tomam uma aspirina por dia.

As doenças cardíacas são responsáveis pela morte de 300 mil brasileiros por ano, segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC).

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196