DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Estudo indica 94% de contaminação da água por plástico nos EUA

94% da água da torneira nos EUA pode ter resíduos plásticos. Foto: pixabay.

Bilhões de pessoas em todo o mundo podem estar ingerindo fibras de plástico microscópicas potencialmente perigosas ao beber água da torneira, e os Estados Unidos é o país com maior índice da agua contaminada, de acordo com um novo estudo da Orb Media.

Pesquisadores da Universidade Estadual de Nova York e da Universidade de Minnesota testaram 159 amostras de água da torneira de cinco continentes diferentes, de acordo com a Public Radio International. Das amostras, 83% estavam contaminadas com fibras plásticas, segundo The Guardian, enquanto os Estados Unidos apresentaram a maior taxa de contaminação em 94%.

De cada amostra de 500 ml de água dos Estados Unidos, os pesquisadores detectaram 4.8 fibras de plástico – um aumento dramático em relação às 1.9 fibras de plástico encontradas em amostras de água europeias. Os componentes foram encontrados em amostras de água coletadas da sede da Agência de Proteção Ambiental dos EUA, edifícios do Congresso e no Trump Tower, em Nova York.

Em seguida, os países com as taxas mais altas de contaminação são a Índia e o Líbano, enquanto os países europeus, especificamente o Reino Unido, a França e a Alemanha, tiveram as taxas mais baixas, de acordo com o International Business Times.

Outros países com amostras de água no estudo incluíram o Uganda (com 81% das amostras contaminadas), Equador (75%) e Indonésia (76%).

Essas descobertas são preocupantes, segundo Sherri Mason, especialista em microplástica da Universidade Estadual de Nova York, que ajuda a supervisionar o estudo Orb Media. “A parte mais preocupante das descobertas, segundo Mason, é que não temos certeza do que podem causar os microplásticos, mas provavelmente teremos motivos para nos preocuparmos”, afirmou.

Presença em animais

Pesquisas em animais selvagens mostram que os microplásticos contêm substâncias químicas que podem ser liberadas no corpo quando digeridas, de acordo com The Guardian. E há razões para acreditar que a presença de micro plásticos poderia causar danos internos, disse Anne Marie Mahon, do Galway-Mayo Institute of Technology, ao The Guardian.

“Se as fibras estão lá, é possível que as nano partículas estejam lá também, que não possamos medir”, disse ela. “Uma vez que eles estão no alcance do nanômetro eles realmente podem penetrar uma célula e isso significa que eles podem penetrar órgãos, e isso seria preocupante”.

Ninguém sabe com certeza de onde as fibras de plástico estão vindo, mas os pesquisadores acham que as fibras podem ser oriundas de “t-shirts” e tapetes. Outro estudo da Universidade de Plymouth descobriu que um ciclo de uma máquina de lavar roupa pode liberar 700 mil fibras para o ambiente, de acordo com The Guardian.

Mary Kosuth, que realizou testes para o estudo Orb Media na Universidade de Minnesota, escreveu que este estudo é apenas o primeiro passo para determinar o quão grave – e generalizada – é a questão da contaminação plástica na água da torneira.

“Uma vez que este é o primeiro levantamento global da água da torneira da poluição plasmática a ter sido concluído, os resultados deste estudo servem como um primeiro vislumbre das consequências do uso de plástico humano [e] em vez de uma avaliação abrangente da contaminação de plástico global. Esses resultados exigem novos testes dentro e entre regiões”, escreveu.

Fonte: MiamiHerald.com

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags: ,,

Gazeta News
Gazeta News
224