DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Empresa lança “dinheiro de plástico” para brasileiros

Por Letícia Kfuri

A partir de sexta-feira(22) os brasileiros que vivem nos Estados Unidos terão acesso a um novo sistema que promete substituir contas-correntes e cartões de débito, e que permitirá também a remessa de valores para o Brasil ou qualquer outra parte do mundo. É o cartão Brazco Mastercad.

O cartão foi idealizado para atender a um número estimado de 1,5 milhão de brasileiros que vivem nos EUA, sendo uma parcela representativa sem acesso aos serviços da rede bancária, por falta de documentação. “Temos a política de incluir os excluídos, que são aqueles que não têm a possibilidade de ter um cartão de débito, ou uma conta bancária, e também àquelas pessoas que ainda não formaram um histórico de crédito no país”, explica Diego Battistella, vice-presidente da Brazco.

Entre as vantagens do novo produto, Battistella destaca o fato de não haver necessidade de apresentação de qualquer docu-
mento norte-americano. “Para obter um cartão, bastará apresentar um documento brasileiro de identidade, de preferência válido, mas o vencimento do documento não impedirá nenhum brasileiro de ter o cartão”, detalha o executivo.

Como funciona
O limite máximo de cada cartão será de $15 mil. Mensalmente, o titular poderá depositar, no máximo, $2,5 mil. O sistema permitirá que cada titular faça emissões de cartões para terceiros por exemplo no Brasil e, desta forma, o cartão funcionará também como meio de remessa de dinheiro. “Não será preciso que a pessoa que está no Brasil tenha uma conta-corrente. Com o cartão em mãos, ela poderá também utilizá-lo como um cartão de débito, além de poder sacar dinheiro em qualquer caixa eletrônico da rede Mastercard, dentro do limite que o titular do cartão estabelecer”, explica Battistella.

Todas as operações serão feitas em tempo real, explica o executivo, estabele-cendo assim uma vantagem em relação ao sistema comum de remessas no qual, algumas vezes, lembra ele, pode levar até 48 horas para que o dinheiro seja compensado. “Outro aspecto importante é que o câmbio é o oficial, praticado pela Mastercard. Não existe deságio”, acrescenta.

Viabilizar operações de compra via internet também é um dos alvos do novo produto. Atualmente, os brasileiros que não têm cartão de crédito ou de débito não têm acesso a compras pela internet. O novo cartão permitirá também o acesso a este tipo de operação, além de evitar que, por falta de conta bancária, muitos indocumentados guardem o dinheiro de suas economias em casa.

Outra possibilidade de uso, explica Battistella, é como cartão telefônico. “O cartão permite que o usuário faça ligações locais e de longa distância de qualquer telefone, utilizando o saldo de ligações do cartão”, diz o executivo.

Crédito
O cartão lançado pela Brazco não funcionará como um cartão de crédito e, portanto, não contribuirá para formação de um histórico de crédito do imigrante nos EUA. “Não conta para crédito. Estamos estudando o assunto, mas por enquanto não foi feito porque existem inúmeras res-trições da lei norte-americana”, afirma o vice-presidente da empresa, que calcula que no primeiro ano serão emitidos 50 mil cartões. Ele estima que cada cartão movimentará, em média, mensalmente, $400.

A empresa
A Brazco, explica Battistella, é uma empresa independente, que integra o grupo formado pela brasileira Policard, com sede em Uberlândia, Minas Gerais, e que atua há mais de 12 anos no segmento de cartões de benefício.

Com sede em Fort Lauderdale, a Brazco é uma empresa norte-americana fundada há dois anos e composta apenas por investidores brasileiros. “Nes-tes dois anos trabalhamos no estudo do mercado norte-americano para adaptar o produto às necessidades do público brasileiro”, finaliza Battistella.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
153