DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Empresa dos EUA vai comercializar leite materno

Começou a operar nos Estados Unidos nesta semana uma empresa que vai vender leite materno para hospitais para o tratamento de bebês doentes. Segundo a própria companhia, esta é primeira vez que isso é feito no mundo.
Situada nas proximidades de Los Angeles, na Califórnia, a Prolacta Bioscience também quer realizar pesquisas para desenvolver terapias baseadas no leite materno.

Atualmente, a doação de leite materno nos Estados Unidos está confinada a instituições sem fins lucrativos que coletam leite doado para fornecê-lo a crianças doentes e nascidas prematuramente cujas mães têm dificuldade em amamentar.

Com minerais, enzimas digestivas e anticorpos, o leite materno é tido como muito importante para manter o desenvolvimento do bebê.

A Prolacta pretende adquirir leite de bancos independentes de doação e hospitais dos Estados Unidos, pasteurizá-lo e revendê-lo a instituições hospitalares para tratar bebês nascidos abaixo do peso ideal.

O leite também seria fornecido a crianças com defeitos no coração, que precisam de cirurgia e apresentam risco de infecção, e crianças sob tratamento quimioterápico.

“Até onde sabemos, este seria o primeiro serviço desse tipo em todo o mundo”, disse a presidente da Prolacta, Elena Medo.

Para críticos da iniciativa, o negócio poderá levar mães a vender seu leite em detrimento das necessidades de seus próprios filhos.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152