DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Empresa americana oferece pacote turístico para a Lua

Depois de levar dois milionários à Estação Espacial Internacional, a empresa americana Space Adventures passará a oferecer pacotes de viagem à Lua. O anúncio do novo pacote turístico, que custará US$ 100 milhões, foi feito nesta quarta-feira, segundo informou a CNN.

– Esse é apenas o primeiro passo. Antes de conseguirmos pousar na lua, temos que dar a volta nela – disse o presidente-executivo da Space Adventures, Eric Anderson, em uma entrevista coletiva.A empresa sediada em Arlington, nos Estados Unidos, pretende liderar missões que possam, um dia, pousar na Lua.

De acordo com a empresa, dois passageiros terão lugar na espaçonave russa Soyuz, que deve ir para a Lua em 2008. Mas o passeio será apenas em volta do satélite, uma vez que a nave não irá pousar, informou a porta-voz da Space Adventures.

A viagem ao redor da Lua durar entre oito e 21 dias, dependendo se os viajantes fizerem ou não uma parada na Estação Espacial Internacional.

Segundo Anderson, vários americanos e um britânico já manifestaram interesse pela viagem. Além de ricos, os potenciais turistas precisam ter tempo para treinarem para a missão e cumprirem os requisitos de condições de saúde.

Em sua constituição atual, a Soyuz não tem condições de chegar à Lua. A Energiya, empresa russa que ajuda a construir e a colocar no espaço as nave de Moscou, vai fabricar o equipamento necessário para a missão.

Desde a missão Apollo 17, realizada em dezembro de 1972, o homem não vai à Lua. Ao todo, 24 astronautas viajaram até o satélite.

No fim de julho, a Space Adventures anunciou que Gregory Olsen, o co-fundador da empresa americana Sensors Unlimited, será o terceiro turista espacial, com um lançamento programado para 1º de outubro.

– Quem não gostaria de ir para a Lua? – perguntou Olsen, dizendo que vai considerar a viagem à Lua assim que completar sua visita de dez dias na Estação Espacial Internacional.

A exemplo de seu conterrâneo Denis Tito e do sul-africano Mark Shuttleworth, Olsen pagou US$ 20 milhões pela aventura.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
153