DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Emenda “return-home” é derrotada

O Senado derrubou proposta republicana de exigir que todos os imigrantes indocumentados maiores de idade tivessem que retornar para casa, temporariamente, a fim de tornarem-se aptos a solicitar a residência permanente nos EUA.

Também foi derrotada proposta democrata de restringir o status legal apenas àqueles que estejam no país há, pelo menos, quatro anos.

A votação terminou em 53 a 45 para definir emenda apresentada pela senadora Kay Bailey Hutchinson, republicana do Texas, que exige que imigrantes indocumentados voltem para casa a cada período de dois anos, com o objetivo de solicitar a renovação do visto “Z”, que propõe permitir que imigrantes vivam e trabalhem legalmente nos EUA.

O projeto, que poderá dar status legal a mais de 12 milhões de indocumentados, requer que apenas o chefe da família retorne ao seu país de origem, a fim de que a família solicite do green card.

Os senadores também decidiram, por 79 votos a 18, derrubar proposta democrata do senador Jim Webb, da Virgínia, que permitiria que apenas aqueles que estivessem no país por pelo menos quatro anos, pudessem ter seu status legalizado.

Ambas emendas foram elaboradas com o objetivo de responder aos conservadores, que consideram o projeto de imigração do presidente Bush uma forma de anistia.

A ressuscitada reforma da imigração, que também prevê tornar mais severa a vigilância de fronteiras e instituir um novo sistema para detecção de indocumentados em locais de trabalho, está enfrentando sérios desafios, tanto da direita quanto da esquerda.

Conservadores consideram a proposta muito condescendente com os imigrantes indocumentados, e os liberais dizem que ela poderia afastar famílias e submeter trabalhadores temporários à exploração nas mãos de empregadores inescrupulosos.

A votação prosseguirá esta tarde. Agora, com uma limitação de 26 emendas a serem apresentadas, antes do teste de voto, que está previsto para quinta-feira(28)

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
153