DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Editorial – Os piores furacões e tempestades que devastaram o país

Share

Com a passagem do furacão Harvey nos últimos dias pelo Texas, é impossível não relembrar sobre os piores furacões que já devastaram os Estados Unidos. O fenômeno não é incomum por aqui. A América do Norte e a América Central enfrentam constantemente a fúria dos furacões. Milhares perdem a vida, outros milhares perdem casa, carro, pertences.De acordo com o National Hurricane Center, os fenômenos meteorológicospropícios aos furacões se concentram principalmente no Atlântico e vão se formando em tempestades tropicais devastadoras pela América do Norte. Em geral, o aquecimento das águas acontece em zonas tropicais, isto é, entre osTrópicos de Câncer e Capricórnio, por isso, o fenômeno é classificado como ciclone tropical.

Dos grandes desastres naturais, os furacões têm lugar de destaque. Anualmente, a temporada de furacões começa em junho e segue até o final de novembro em todo o Oceano Atlântico.
Caribe, América Central, EUA e Canadá estão entre os países mais afetados por esse tipo de fenômeno. Dos piores furacões que já deixaram estragos nos EUA, estão:

1º – Katrina – de categoria 3, atingiu os EUA em 2005 e causou $108 bilhões em danos materiais, principalmente em Nova Orleans. Esse foi o furacão mais devastador, e mais caro, a atacar o país. Ele provocou quase 2 mil mortes.

2º. Ike – O segundo furacão mais destruidor foi o Ike, de categoria 2, que atingiu os EUA em 2008 e provocou prejuízos orçados em US$ 29,5 bilhões. Ao total, causou quase 200 mortes.

3º. Andrew – Em 1992, com duração de 12 dias, o furacão Andrew contou com ventos de 250 km/h e custou US$ 26,5 bilhões aos EUA. A destruição provocou a morte de 65 pessoas.

4º. Wilma – O furacão Wilma, de 2005, teve categoria 3. O estado da Flórida foi um dos mais atingidos, e o prejuízo total foi de US$ 21 bilhões. Mais de 60 pessoas morreram.

5º. Sandy – Esse furacão, de 2012, foi um dos maiores a atingir os Estados Unidos em toda a história, com 1,5 mil quilômetros de diâmetro.

Flórida recebe 40% dos furacões dos EUA

Segundo a Atlantic Oceanographic & Meteorological Laboratory’s Hurricane Research Division, 40% dos furacões que atingem os Estados Unidos, passam pelo estado da Flórida.

Um dos furacões mais mortais na história dos Estados Unidos devastou a Flórida em setembro de 1928 -o furacão Okeechobee – que atingiu o condado de Palm Beach, matando cerca de 2.500 pessoas e devastando cidades inteiras. Na época, a população estava preparada para uma tempestade tropical apenas, muitos não conseguiram sair a tempo e deixou rota de destruição.

10 cidades mais seguras da Flórida

Uma lista feita por uma empresa de seguros classifica as 10 cidades commaior índice de segurança no estado. São elas: Leesburg, no condado deLake County Central; Orlando, o condado deOrange; Sanford, no condado de Seminole, parte central do estado, Kissimmee, no condado Osceola; Palatka, nocondado de Putnam; Lake City, se localiza no condado de Columbia; Naples, no condado de Collier, ao sul da Flórida; Ocala, no condado de Marion; Gainesville, no condado de Alachua; Fernandina Beach, no condado de Nassau.

Danos no Texas podem superar $100 bi

O estrago no Texas também foi avassalador. Alguns analistas financeiros, como David Havens, da Imperial Capital, estão pessimistas com relação aos estragos causados pelo último furacão a atingir os EUA, o Harvey que devastou o Texas nos últimos dias, preveem que os custos associados à passagem do furacão poderão ultrapassar os $100 bilhões de dólares, se tornando uma das mais caras tempestades da história dos Estados Unidos.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Share
Arlaine Castro
Arlaine Castro
Arlaine Castro Mineira, formada em Comunicação Social - Jornalismo pelo Centro Universitário do Leste de Minas Gerais (UNILESTEMG). Traz em seu currículo experiências como assessora de comunicação, escritora, revisora e organizadora do livro Eta Babilônia. Atualmente é repórter do Gazeta News.
490