DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Dia das Mães

Conta-se que na Grécia Antiga, toda primavera (no Hemisfério Norte…) havia uma celebração em honra de Rhea, a Mãe dos Deuses. Depois, por volta de 1600, na Inglaterra, começou a ser festejado o Mothering Day, em homenagem às mães.

Nessa época, os mais pobres trabalhavam como serventes dos mais ricos, morando na casa dos empregadores porque a maioria das tarefas eram localizadas longe de suas casas. No Mothering Day, porém, os trabalhadores teriam o dia reservado para voltarem a suas casas e passearem junto de suas mães. Nessas datas, era feito um bolo especial, o mothering cake, para fornecer um ar festivo, de confraternização e união.

Ressurgimento – Em 1872, nos Estados Unidos, Julia Ward Howe sugeriu a criação de um dia dedicado à paz. Anos depois, Ana Jarvis, da Filadélfia/EUA, iniciou uma campanha para estabelecer o Dia das Mães naquele país, e sugeriu celebrar a data no segundo aniversário da morte de sua mãe, um segundo domingo do mês de maio.

Ana e seus apoiadores começaram a escrever aos ministros, jornalistas e políticos, buscando estabelecer o Dia das Mães nacional. Sua campanha prosperou e em 1911 o Dia das Mães foi celebrado em quase todos os estados dos EUA.

Finalmente, em 1914, o presidente Wilson decretou oficialmente o Dia das Mães como um feriado nacional, fixado no segundo domingo de maio de cada ano. Essa data é seguida em países como Dinamarca, Finlândia, Itália, Turquia, Austrália, Bélgica e o Brasil, enquanto outros países adotaram datas diferentes.

Outros idiomas
Mais uma curiosidade encontrada na Internet: em inglês, “Feliz Dia das Mães” é dito como “Happy Mother’s Day”; em italiano, “Tanti Auguri, Mammina”; em alemão, “Alles Gute Zum Mutter Tag”…
Brasil – O primeiro Dia das Mães brasileiro foi promovido pela Associação Cristã de Moços de Porto Alegre, no dia 12 de maio de 1918. Em 1932, o então presidente Getúlio Vargas oficializou a data no segundo domingo de maio. Em 1947, Dom Jaime de Barros Câmara, Cardeal-Arcebis-po do Rio de Janeiro, determinou que essa data fizesse parte também no calendário oficial da Igreja Católica.

Por mais desprendida que sua mãe possa ser das coisas materiais, por mais que ela diga que o que importa é o amor que você tem por ela (e você finja que acredita), não há mãe que não espere um “agradinho” no Dia das Mães. Além das tradicionais flores, almoços ou jantares, é de (muito) bom tom oferecer um presente.

E se você é daquelas pessoas que não têm tempo para nada, confira abaixo uma seleção de sugestões de presentes que podem ser comprados online, via internet, em algumas das principais lojas de departamentos do país. Mas apresse-se, e fique atento aos prazos de entrega informados pelas lojas:

Anel em prata com jóias semi preciosas por $39,99 na JC Penney.
Massageador de pés Homedics, na Sears por $39,99.
Kit Dream Angels da Victoria’s Secret, com bolsa, por $39,50.
Brincos em prata e pérola a $69 na Macy’s
Bikini, diversas cores e tamanhos por $24 na Victoria’s Secret
Colar e brincos em ouro 18 e prata, com pedras de safira a $39, na Macys
Relógio Peugeot por $49,99 na JC Penney.
Bolsa branca Ruched Satchel, com detalhes metálicos. Exclusividade da Victoria’s Secret, por $24,99
As fragrâncias mais sexies do mundo, por $39,50 na Victoria Secrets.

Para o almoço ou jantar de Dia das Mães, os restaurantes Rodízio Gaúcho e Café Mineiro oferecem boas alternativas. O Gaúcho prepa-
rou um pacote especial que inclui jantar, uma rosa vermelha, uma garrafa de vinho por casal e sobremesa. Reservas pelo telefone (954) 784 7667

No sábado, que antecede o Dia das Mães, o Café Mineiro promoverá um jantar dançante, com seresta das 7 às 10 da noite. No domingo, haverá almoço para as mamães, que receberão uma rosa vermelha. Ligue e confira: (954) 426 1106.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
156