DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Descoberta no Egito necrópole de mais de 5 mil anos

Arqueólogos americanos e egípcios encontraram no Egito um complexo funerário construído há mais de 5 mil anos.
Essa é a maior necrópole já descoberta do período inicial da civilização do Egito Antigo. Dentro dos túmulos, os arqueólogos acharam uma cabeça de vaca esculpida em rocha e os restos mortais de sete pessoas.

Eles acreditam que quatro delas foram enterradas vivas como sacrifícios humanos.

O complexo, anterior às pirâmides do Egito, foi encontrado na região de Kom Al Ahmar, que fica a cerca de 600 quilômetros ao sul do Cairo.

Múmias

Os túmulos foram saqueados na Antiguidade, mas os restos mortais não foram destruídos.

Segundo o arqueólogo egípcio Zahi Hawass, a descoberta vai permitir que se conheça mais de um período ainda elusivo da história, que é a fase anterior às dinastias, quando o Egito estava se tornando uma nação.

Acredita-se que o complexo pertence a um governante da antiga cidade de Hierakonpólis e data de cerca de 3600 a.C.

Nesse período, Hierakonpolis era o maior centro urbano no rio Nilo.

Especialistas em Egito Antigo dizem que a cidade provavelmente estendeu sua influência para o norte, derrotando outros rivais.

A unificação entre o norte o o sul do Egito foi o que levou ao início do reinado dos faraós.

As escavações na área começaram em 2000, sob a liderança da egiptóloga Barbara Adams, que morreu em 2002.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196