DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Colgate alerta para creme dental falsificado

A Colgate-Palmolive Co. disse na quinta-feira que tubos falsificados de creme dental da marca Colgate, possivelmente contendo substâncias tóxicas, foram achados em lojas de quatro Estados norte-americanos.

– Há indicações de que este produto não contém flúor e pode conter dietileno glicol – disse a empresa em nota.

A Colgate-Palmolive diz nunca ter usado o dietileno glicol (DEG) como ingrediente em seus cremes dentais em lugar nenhum do mundo. Essa substância, às vezes usada ilegalmente como adoçante barato ou agente espessante, é normalmente usado em solventes e soluções anti-congelamento.

Há menos de duas semanas, a FDA (órgão dos EUA que fiscaliza alimentos e remédios) alertou os consumidores a evitarem cremes dentais de fabricação chinesa, já que inspetores encontraram DEG em tubos vendidos em duas lojas.

A Colgate-Palmolive disse que a pasta pirata foi achada nos Estados de Nova York, Nova Jersey, Pensilvânia e Maryland. Ela pode ser identificada porque o rótulo diz ter sido produzida na África do Sul. A empresa alega não importar creme dental daquele país.

A embalagem também contém vários erros de grafia, disse a Colgate, que acrescentou estar colaborando com o FDA para identificar os responsáveis pela falsificação.

Cremes dentais contaminados com DEG também foram apreendidos na Costa Rica, na República Dominicana, no Panamá e na Nicarágua. A substância estava presente ainda em um xarope que matou pelo menos cem pessoas no ano passado no Panamá.

O FDA fez o alerta contra os cremes dentais chineses após apreender um lote da marca Cooldent com 3 por cento de DEG. Os produtos foram achados em lojas do tipo ‘tudo a 1 real’ em Miami e Porto Rico. Outras marcas habituais nessas lojas – Clean Rite e Oralmax – também foram apreendidas.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
153