DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Coelhinha da “Playboy” morreu por overdose acidental

A morte da coelhinha da “Playboy” Anna Nicole Smith, 39, ocorrida em 8 de fevereiro em um quarto de hotel em Miami, foi decorrência de uma overdose acidental de medicamentos, informou nesta segunda-feira o chefe de polícia da localidade de Seminole, na Flórida.

“Não encontramos nenhum indício de crime”, afirmou Charlie Tiger, do Departamento de polícia. Segundo o médico-chefe do Condado de Broward, Joshua Perper, Smith morreu após a ingestão de remédios sob prescrição.

A coelhinha havia ingerido remédios antidepressivos, antiansiolíticos, pílulas para emagrecer e metadona. Além disso, havia injetado hormônios para o crescimento e vitamina B-12 em uma de suas coxas.

Antes de sua morte, de acordo com Perper, Smith havia ingerido também antibióticos para combater uma gripe, assim como uma substância denominada cloralhidrato, utilizada para dormir, um coquetel que lhe causou uma “intoxicação fatal”. Smith, 39, foi encontrada morta em um quarto do Seminole Hard Rock Hotel , em na região de Hollywood (Flórida).

Os resultados da autópsia atrasaram por semanas porque a polícia afirmou ter encontrado evidências que poderiam ajuda na elucidação da morte.

Após a morte de Smith, seu corpo foi disputado por seu namorado, o advogado Howard K. Stern, que queria enterrá-lo nas Bahamas, por sua mãe, Virgie Arthur, que queria enterrá-lo no Texas, e pelo fotógrafo Larry Birkhead, que queria retirar amostras de DNA para comprovar ser pai da filha de seis meses da coelhinha, Dannielyn Hope Marshall.

Após decisão judicial, o corpo da modelo foi sepultado nas Bahamas, no último dia 2 de março, ao lado do de seu filho, Daniel, que morreu aos 20 anos, em setembro de 2006, supostamente também vítima de uma overdose acidental.

Outro episódio que envolve Smith é a descoberta da paternidade de sua filha de seis meses.

Quem disputa a guarda da criança são: Stern, que está na certidão de nascimento da menina; Birkhead, que conquistou quarta-feira (21) na Justiça a realização de exames de DNA; e o marido da nonagenária atriz Zsa Zsa Gabor, o príncipe Frederick von Anhalt.

Dannielyn pode herdar mais de US$ 80 milhões da fortuna de US$ 1,6 bilhão do falecido marido de Smith, o petroleiro texano J. Howard Marshall 2º.

Smith e Marshall se casaram quando ela tinha 26 anos de idade e ele, 89.

Quem detém a guarda de Dannielyn, atualmente, é o advogado Richard Milstein.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
164