DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Cidade em Jersey aprova lei contra imigrantes ilegais.

Riverside, no estado de Nova Jersey, tem 7.990 habitantes. Pouco mais de dois mil deles são brasileiro, sendo que a grande maioria entrou nos Estados Unidos ilegalmente. A cidade, agora, abriu oficialmente a temporada de caça a eles. Na noite da quarta-feira, a Câmara de Vereadores local aprovou por unanimidade lei que proíbe o aluguel de imóveis aos ilegais e a sua contratação, por qualquer pessoa, para qualquer tipo de trabalho. Quem não obedecer receberá uma multa de US$ 1 mil (cerca de R$ 2,2 mil) para cada violação.

Além disso, a nova lei municipal estimula os residentes a “informar atividades ilegais à polícia ou à prefeitura”: — Apenas fizemos o que podíamos para garantir a segurança e a qualidade de vida aos nossos residentes — disse o prefeito Charles Hilton, muito embora nos registros da polícia não haja casos de ameaças à segurança por parte de brasileiros.

John Lopes, um português naturalizado americano e gerente geral do supermercado A. J. Seabra, reagiu: — Riverside está crescendo por causa dos imigrantes que vieram viver aqui. Dez ou quinze anos atrás a cidade estava morta. Quem apoiou essa medida parece ter se esquecido disso.

A decisão da municipalidade deverá ser contestada na Justiça, por entidades como a Coalizão Nacional do Clero Latino e Líderes Cristãos (NCLCCL, na sigla em inglês), de Washington. Acontece que a questão imigratória compete, por lei, apenas ao governo federal.

Reverendo diz que projeto de lei é racista.

Presente à sessão da Câmara de Riverside, assistida por 300 pessoas, o reverendo Miguel Rivera provocou vaias na platéia quando, ao depor em favor dos imigrantes brasileiros, disse que o projeto de lei era racista. A reação a seus argumentos foi tão agressiva que os oito policiais presentes tiveram que escoltá-lo até o seu carro depois que ele fez o seu depoimento.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
222