DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Casal da Renascer é transferido para o Krome

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos disse na quarta-feira (17) que os fundadores da Igreja Renascer em Cristo, Estevam e Sônia Hernandes, foram transferidos para o Krome Detention Center, em Miami. A informação foi confirmada, no Brasil, pelo Ministério Público.

O casal estava preso desde o dia 9 no Centro de Detenção Federal (FCD, na sigla em inglês), também em Miami, após serem detidos pelo FBI, a polícia federal americana, por entrarem no país com US$ 56 mil não declarados. Se voltar ao Brasil, o casal pode ser preso.

O serviço federal de prisões dos EUA (BOP) e o FDC de Miami confirmaram ao G1, nesta quarta-feira, a transferência do casal.

O casal foi levado sob a custódia de agentes federais do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, os “federal marshals”, para o Krome Detention Center, prisão onde imigrantes envolvidos em processos aguardam decisões da Justiça americana.

O Krome Detention Center fica ao lado do pântano de Everglades, na região sudoeste de Miami. O local abrigava, durante a Guerra Fria, uma base da Força Aérea Norte-Americana (USAF, na sigla em inglês), onde sairiam os primeiros aviões em caso de confronto com o regime comunista de Fidel Castro em Cuba.

Na década de 1980, o local foi desativado pela USAF e entregue ao Departamento de Justiça, que o transformou em um centro de detenção de segurança média. A população do presídio é composta basicamente de imigrantes ilegais de Cuba, Haiti e República Dominicana e pessoas que tentam obter asilo nos Estados Unidos.
Extradição

O Ministério da Justiça recebeu nesta quarta, da Justiça de São Paulo, o pedido de extradição dos fundadores da Igreja Apostólica Renascer, Estevam Hernandes Filho e Sônia Haddad Moraes Hernandes.

Cabe ao ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, solicitar a extradição, em nome do governo brasileiro. O pedido será encaminhado ao ministério das Relações Exteriores que, por sua vez, o remeterá às autoridades americanas.

Segundo a assessoria de imprensa do Ministério da Justiça, ainda não há previsão para que o ministro Márcio Thomaz Bastos encaminhe o pedido para o Ministério das Relações Exteriores. A extradição é necessária para que o casal cumpra a ordem de prisão decretada pela Justiça de São Paulo.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
164