DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Caos nos aeroportos brasileiros deve durar até quinta

O presidente da Anac (Agência Nacional da Aviação), Milton Zuanazzi, afirmou nesta quarta-feira que até amanhã a situação dos aeroportos deve estar normalizada. Zuanazzi condenou o “clima de terror” que, segundo ele, coloca em suspeição a segurança dos vôos.

Os problemas começaram na terça (5), quando uma pane cortou a comunicação entre os controladores do Cindacta 1 (Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle do Tráfego Aéreo), em Brasília, e os aviões. A falha causou atrasos em um efeito bola-de-neve nos aeroportos do país.

Segundo Zuanazzi, os problemas só ocorreram porque há excesso de segurança no controle do tráfego aéreo. Ele observou que tão logo se identificou a falha do equipamento que controla a radiofreqüência de contato das torres com os pilotos, os vôos foram cancelados para se evitar acidentes. “Os brasileiros não precisam ter medo de voar”, disse.

Segundo o presidente da Anac, a situação deve começar a se normalizar na tarde desta quarta porque há muitos vôos represados. Ele comparou o problema a uma enchente: quando a chuva pára, o nível da água continua alto. “A partir de amanhã os vôos começam a sair no horário normal”, afirmou.

Zuanazzi admitiu que há pontos cegos no espaço aéreo, mas disse que são apenas dois ou três e que não colocam em risco a segurança da aviação brasileira. Ele disse que nos oceanos existem vários pontos escuros fora do alcance dos radares e nem por isso há riscos de se sobrevoar estas áreas.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152