DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Bush apóia ensino da teoria do design inteligente

O presidente George W. Bush afirmou nesta terça-feira que as escolas dos Estados Unidos deveriam apresentar a seus alunos tanto a chamada teoria do design inteligente quanto a da evolução. A opinião foi dada durante uma entrevista coletiva.

Ele se recusou a dizer qual era a sua opinião pessoal sobre a origem da vida, mas afirmou que os estudantes deveriam aprender as duas teorias. “Acho que parte da educação é expor as pessoas a diferentes escolas de pensamento. Se você está me perguntando se as pessoas devem ou não ser expostas a idéias diferentes, a resposta é sim.”

A teoria da evolução por meio da seleção natural, formulada pelo naturalista britânico Charles Darwin no século 19, é aceita, com pouquíssimas exceções, por todos os cientistas que estudam a origem da vida. Segundo ela, a competição entre moléculas orgânicas (como o DNA) e, mais tarde, entre seres vivos unicelulares, ajudada por modificações ao acaso neles, teria sido capaz de gerar toda a complexidade da vida presente hoje, sem intervenção direta de um criador.

Já os proponentes do design inteligente argumentam que diversas estruturas dos seres vivos são tão complicadas e compostas de partes numerosas que a seleção natural jamais conseguiria “montá-las” sozinha.

Segundo eles, tais estruturas seriam indícios de uma inteligência –o “designer” ou projetista– que as teria criado. Eles negam que esse “designer” seja necessariamente o Deus das grandes religiões. Mesmo assim, muitos cristãos conservadores (eleitores importantes de Bush) defendem a idéia.

A União Geofísica Americana criticou as declarações de Bush. Em comunicado, o órgão científico disse que o presidente colocava em risco a educação das crianças dos EUA.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152