DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Brinquedos chineses oferecem risco às crianças

Todos os 24 brinquedos retirados por motivos de segurança nos Estados Unidos neste ano até agora, incluindo os enormemente populares trenzinhos de madeira Thomas and Friends, foram fabricados na China, um recorde que causa cada vez mais alarme entre defensores dos consumidores, pais e reguladores.

O último recall, anunciado na semana passada, envolve 1,5 milhões de trens e kits de trenzinhos e trilhos – ou cerca de 4% de todos os itens vendidos nos Estados Unidos nos últimos dois anos – que foram pintados em uma fábrica na China com tinta de chumbo potencialmente venenosa.

Mas apenas no último mês, um brinquedo chamado Floating Eyeballs feito na China foi retirado após descobrirem que o mesmo era cheio de querosene, kits de baterias e um ursinho de brinquedo também foram retirados por causa de tinta de chumbo e um chocalho para bebês sofreu recall por perigo de asfixia.

Combinados com os recentes sustos relacionados às rações para animais feitas na China, e globalmente sobre remédios fabricados no país, a série de recalls de brinquedos está inspirando exigências de maior vigilância na segurança de brinquedos por reguladores e importadores americanos, assim como o governo e a indústria na China.
Uma porta-voz da RC2 Corp. de Illinois, fabricante do briquedo Thomas Wooden Railway, se recusou a comentar.

Ao todo, o número de produtos feitos na China sendo retirados nos Estados Unidos pela Comissão de Segurança de Produtos ao Consumidor dobrou nos últimos cinco anos, aumentando o número total de recalls no país para 467 no ano passado, um recorde anual.

Isto significa que a China hoje em dia é responsável por cerca de 60% de todos os recalls de produtos, comparados a 36% no ano 2000. Julie Vallese, porta-voz da Comissão de Segurança de Produtos ao Consumidor, disse que a agência reconhece que mais deve ser feito para prevenir a importação de brinquedos e outros produtos perigosos da China.

Muito do aumento da posição da China na lista de recalls tem a ver com seu aumento correspondente como fonte de tantos produtos vendidos nos Estados Unidos: brinquedos feitos na China compreendem 70 a 80% de todos os brinquedos vendidos no país, segundo a Associação da Indústria de Brinquedos.

O problema é mais grave entre brinquedos baratos e sem marca, vendidos nas lojas de 1 dólar e outras redes de descontos, já que muitas vezes são fabricados e enviados aos Estados Unidos sem o envolvimento de grandes importadoras americanas.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
153