DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Brasileiros vencem etapas do WQS no Japão e Inglaterra

O fim de semana foi de gala para o surfe brasileiro no World Qualifying Series (WQS), a divisão de acesso do surfe mundial. Os surfistas brazucas venceram duas das três competições disputadas, além de conseguirem outros resultados importantes e somarem pontos valiosos na briga por uma vaga no WCT de 2006.

A festa em verde e amarelo começou na madrugada deste domingo, quando o potiguar Danilo Costa venceu o Tahara Pro, etapa de nível seis estrelas disputada em Akabane, no Japão. O resultado manteve a supremacia brasileira em águas nipônicas. Raoni Monteiro, em 2003, e Armando Daltro, em 2004, já haviam vencido o campeonato. Na grande final, Danilo derrotou o australiano Shaun Cansdell por 15 a 12,84, ganhando 2.500 pontos no ranking e saltando da 64ª para a 14ª posição.

O carioca Marcelo Trekinho também fez bela campanha no Japão, só sendo parado por Cansdell nas semifinais. Pelo terceiro lugar, Trekinho somou 1.825 pontos, subindo para oitavo no ranking. O paranaense Jihad Khodr parou nas quartas-de-final, ficando em quinto lugar, e o paulista Adriano de Souza, o Mineirinho, ficou em 9º, assim como o pernambucano Paulo Moura e os cariocas Raoni Monteiro e Leo Neves. Com o resultado, Adriano assumiu a liderança do ranking com 9.226 pontos, praticamente garantindo sua vaga na elite do surfe mundial na próxima temporada.

A outra vitória brasileira veio na Inglaterra. A cearense Silvana Lima faturou o Nokia Pro, etapa de nível cinco estrelas disputada em Fistral Beach, ao derrotar a australiana Serena Brooke com tranqüilidade na final: 13,67 a 9,10 pontos. Com o resultado, Silvana, que já havia vencido uma etapa do WQS no começo do ano na Califórnia, somou mais dois mil pontos no ranking e ficou com um pé no WCT de 2006.

Na etapa masculina do WQS disputada em Fistral Beach, também de nível cinco estrelas, o destaque foi o carioca Yuri Sodré, que chegou até às semifinais, terminando em terceiro lugar e somando 1.460 pontos no ranking. O baiano Wilson Nora (5º) e o carioca Pedro Henrique (9º) também foram bem na etapa inglesa, vencida pelo sul-africano Antonio Bortoletto.

Confira o ranking do WQS masculino:

1 – Adriano de Souza (BRA) ? 9.226 pontos

2 – Adrian Buchan (AUS) ? 8.775

3 – David Weare (AFS) ? 8.151

4 – Yuri Sodré (BRA) ? 7.855

5 – Shaun Cansdell (AUS) ? 7.562

6 – Glenn Hall (AUS) ? 7.225

7 – Bobby Martinez (EUA) ? 7.196

8 – Marcelo Trekinho (BRA) ? 6.990

9 – Daniel Redman (AFS) ? 6.960

10 – Gabe Kling (EUA) ? 6.734

11 – Marcelo Nunes (BRA) ? 6.673

12 – Mikael Picon (FRA) ? 6.482

13 – Eneko Acero (ESP) ? 6.450

14 – Danilo Costa (BRA) ? 6.413

15 – Roy Powers (HAV) ? 6.408

16 – Jihad Kohdr (BRA) ? 6.365

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
152