DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Brasileiros presos por fraude imobiliária seriam ligados a Vinnie Padilha

Os brasileiros Victor de Oliveira, de 23 anos e José W. de Oliveira, de 52 anos, foram presos pela polícia da Flórida acusados de fraude imobiliária contra cinco vítimas, e de apropriação de imóvel. As fraudes seriam superiores a $50 mil.

De acordo com o escritório do xerife de Broward, o status imigratório dos dois também seria irregular. O valor de fiança fixado para cada um é de $25 mil.

José William Oliveira é pai de Victor de Oliveira, e sogro de Vinne Padilha, procurado pela polícia de Broward por um golpe imobiliário estimado em $5 milhões, conforme já informou com exclusividade o jornal Gazeta Brazilian News.

José de Oliveira trabalhou como corretor na empresa Mário Mesquita Imóveis, em Boca Raton, onde fechou seu último negócio em setembro de 2006.

De acordo com o proprietário da empresa, Mário Mesquita, logo que tomou conhecimento pela reportagem do Gazeta do envolvimento de Vinnie em fraudes imobiliários, entrou em contato com Jósé Oliveira, devido a seu parentesco com Vinnie, para questioná-lo sobre o ocorrido. “Ele disse que não tinha nada a ver com as fraudes, e que essa não era a maneira dele fazer negócios. Depois disso tentei falar com ele de novo, mas o telefone foi desconectado”, contou.

Segundo Mesquita, José Oliveira realizou, no ano passado, dez transações imobiliárias para sua empresa, sem qualquer irregularidade. Nenhuma delas, de acordo com Oliveira, envolveu financiamentos por intermédio da empresa.

“Quando não consegui mais contato com ele, decidi desligá-lo da empresa, e quero evitar que ele esteja utilizando o cartão dele como corretor de nossa empresa”, explicou Mesquita.

Mesquita acrescentou que José Oliveira era corretor autônomo, e que já comunicou ao estado da Flórida que ele foi desligado dos quadros da empresa.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
164