DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Um brasileiro por trás dos sucessos da DreamWorks

Share

O carioca Ennio Torresan, há 20 anos radicado aqui nos Estados Unidos, é formado em Artes Plásticas pela Escola de Belas Artes da UFRJ e já trabalhou em empresas como HBO, Nickelodeon, Walt Disney, entre outros. Há nove anos, a DreamWorks tem sido o local onde Ennio, morador da cidade de Burbank (CA), tem colocado em prática o que ele nasceu para fazer: desenhar!

Só para mencionar algumas das animações que ele fez o storyboad na DreamWorks: Madagascar 2, Bee Movie, Ku Fu Panda, Turbo. A mais recente é a história de um bebê de negócios (business baby). The Boss Baby que estreou na última sexta-feira, dia 31, que acompanha um bebê falante que usa terno e carrega uma maleta misteriosa une forças com seu irmão de sete anos para impedir que um inescrupuloso CEO da Puppy Co. acabe com o amor no mundo. A missão é salvar os pais, impedir a catástrofe e provar que o mais intenso dos sentimentos é uma poderosa força. Confira trechos da entrevista:

Jana – O que você faz na DreamWorks?

Ennio Torresan – Trabalho com os storyboards, com a história. Sou head of story, gerente do setor de storyboard.

Jana Qual foi o maior desafio na animação The Boss Baby?

Torresan – Para mim, foi a criação da cara do bebê que tem a voz feita por Alec Baldwin. Ele tinha que ter uma cara de bebê, mas, ao mesmo tempo, possuir traços de um adulto.

Esboço da cara do bebê feito por Ennio.

Jana Qual foi sua inspiração?

Torresan – A minha inspiração foi estudar várias fotos dos meus filhos pequenos. Aí, encontrei uma do Enzo, meu filho mais velho, que foi tirada quando ele estava com gases. Essa foi minha maior inspiração.

Jana Tem alguma cena que você mais gostou no The Boss Bay?

Torresan – São muitas, mas a que mais gostei foi quando o boss bebê e seu irmão vão até a fábrica de cachorros, atrás do documento secreto.

Jana – Você já trabalhou com todos os aspectos da animação. Qual o seu favorito?

­Torresan – Eu gosto muito de história. É o que eu mais gosto. É onde está a essência do filme inteiro. Os outros departamentos, para mim, têm pernas curtas pois eles não chegam a influenciar muito o resultado final. Demorei para chegar aqui.

Jana Quando você descobriu que queria ser desenhista?

­TorresanQuando eu tinha sete anos, eu já copiava quadros de Monet e Manet que via em reproduções lá em casa, sem saber da importância daqueles artistas. Eu era um verdadeiro falsário, que, ainda menino, copiava o que via. Bem garoto, pedi à minha mãe para fazer aula de pintura e fiz. Aquela criança ainda está por aí, aqui, dentro de mim.

JanaQual a mensagem que você acha que vamos tirar do The Boss Baby?

­TorresanEu acho que as crianças vão entender de um jeito bem diferente dos adultos. Eu assisti ao filme com meus filhos, Enzo, de 8 anos, e Mila, de 6 anos. O Enzo se projetou imediatamente à personagem principal e reconheceu que sempre existiu uma rivalidade com a irmãzinha. Mas o amor é maior e supera qualquer diferença.

The Boss Baby já está em cartaz. Além de Alec Balwin, estão no elenco de vozes Lisa Kudrow, Steve Buscemi, Jimmy Kimmel, Tobey Maguire, entre outros. A direção ficou a cargo de Tom Mcgrath. O roteiro foi escrito por Michael McCullers baseado no livro de Marla Frazze. #TheBossBaby #SoyElJefe #LatinosBeLike

Baixe nosso app:

Comments

comments

Share

Tags: ,,,,

Jana Nascimento Nagase
Jana Nascimento Nagase
Jornalista paulistana formada pela PUC de São Paulo e pós-graduada em Broadcast Communication pela Barry University. Vive na Califórnia e entrevista atores, diretores, produtores e outros envolvidos nos maiores lançamentos do cinema americano. Site: www.janaoncamera.com Canal no Youtube: www.youtube.com/user/janaoncamera
216