DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Brasileira volta para prisão após enterro do filho.

Amigos, e vizinhos chegaram ao Youn & Prill Funeral Home por volta das 9 da manhã de sábado, para o velório do menino Harold Souza Lima, de 21 meses, que morreu na semana passada após ter sido esquecido no carro pela mãe, durante um dia inteiro. A morte do menino chocou a comunidade brasileira.

Dezenas de pessoas cercaram o pequeno caixão, rodeado de ursinhos de pelúcia, flores e bolas de futebol, e assistiram a uma apresentação de slides que mostravam o pequeno Harold brincando em um balanço e posando ao lado de uma árvore de Natal com seus pais. “É terrível”.

Nós somos pessoas trabalhadoras e tanto eu quanto minha mulher amamos nossas crianças de todo coração”, disse Wilson Filho, pai do menino.

Ver sua esposa chegar ao funeral, escoltada por agentes do condado de Martin, apenas aumentou a dor de Filho. Nellier Lima, a mãe do menino, foi acusada de crime de negligência com agravante, e presa logo após ter sido encontrado o corpo do menino, na semana passada. Ela foi levada de volta à prisão após o funeral.

A casa funerária doou o túmulo e vizinhos e amigos doaram o caixão e flores, no total de $700. O cemitério Forest Hills Memorial Park, em Palm City ofereceu um desconto de 50% nos serviços funerários.
Para aqueles que conheciam o menino Harold, a tragédia ainda parecia surreal. “Ele brincava em minha casa o tempo todo”, disse Willie Wilkins, um vizinho que vive em frente à casa da família, em Golden Gate.

Willie Wilkins Jr, de 11 anos, filho mais velho de Wilkins, lembrou dos momentos divertidos que passou junto ao menino. “Ele nunca se cansava de brincar, e quando eu colocava a bola no chão, ele começava a chorar”, disse Wilkins Jr.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
223