DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Brasileira é detida por agentes do Border Patrol em estação de ônibus de Fort Lauderdale

  • Ela estava na fila para comprar passagem quando agentes fizeram a abordagem.

Estação de ônibus da linha Greyhound, em Fort Lauderdale.

A catarinense J.O., 38 anos, que mora em Deerfield Beach, foi detida por agentes do Border Patrol quando estava na fila para comprar um passagem de ônibus da empresa Florida Greyhound Bus Station, em Fort Lauderdale, na noite da última terça-feira, 25.

Segundo J.O., dois agentes do U.S. Customs and Border Protection, (a Border Patrol) se aproximaram e questionaram a um jovem que estava a sua frente onde ele havia nascido. Ele respondeu que era americano, nascido nos Estados Unidos, e eles então fizeram a mesma pergunta para ela. “Respondi que nasci no Brasil e então me perguntaram se eu tinha documentos de cidadania americana, e eu disse que não. Eles então me pediram para acompanhá-los e me levaram para o carro onde checaram meus documentos. Fiquei por uma hora até ser levada para a agência do ICE (U.S. Immigration and Customs Enforcement’s), em Miramar”, conta.

Como tem dois filhos nascidos nos Estados Unidos e menores de idade, um de 16 e outro de 14 anos, J. O. acredita que o fato de estar com a identidade de um dos filhos comprovando que ele é cidadão americano e menor de idade, e o fato de que eles dependem dela, foram os motivos pelos quais ela não ficou detida. “Um dos agentes do Border Patrol ainda virou para mim e disse que eu sou muito sortuda porque nunca viu alguém ser liberado tão rápido nesses casos”, mencionou.
Ficou marcada apresentação à imigração no dia 20 de novembro, onde a brasileira será incluída no programa de monitoramento por telefone e será marcada a data da sua audiência.

Documento recebido pela brasileira no ICE dia 24 de outubro.

Entrada pelo México
Natural de Santa Catarina, J.O. entrou pela fronteira do México com o Texas há 17 anos, morou em Massachusetts por 11 anos e há 6 está na Flórida onde mora sozinha com os dois filhos e trabalha fazendo limpeza de casas. “O pai dos meus filhos é brasileiro e cidadão americano, mas somos separados”, relata.
A brasileira conta também que recentemente viu em redes sociais que uma senhora, segundo ela, tia de um hispânico, também foi detida na Florida Greyhound Bus Station por agentes do Border Patrol e da mesma forma. “Até então, eu não sabia que eles estavam ali à procura de imigrantes e gostaria de deixar um alerta para a comunidade”, desabafa.

Deportações em 2016
No ano fiscal de 2016, 240.255 imigrantes foram removidos dos Estados Unidos. Um aumento de 2% em relação ao ano fiscal de 2015, e uma queda de 24% em relação ao ano fiscal de 2014. 99,3% (238.466) das deportações se enquadravam nos requisitos prioritários da imigração civil dos EUA, como imigrantes com histórico criminal.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]

Tags: ,,

Arlaine Castro
Arlaine Castro
Arlaine Castro Mineira, formada em Comunicação Social - Jornalismo pelo Centro Universitário do Leste de Minas Gerais (UNILESTEMG). Traz em seu currículo experiências como assessora de comunicação, escritora, revisora e organizadora do livro Eta Babilônia. Atualmente é repórter do Gazeta News.
225