DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Brasileira de 21 anos é achada morta em New Jersey

A atendente Patrícia Silva Santos, 22 anos, que trabalhava na agência de viagens Transbrasil Travel, foi encontrada morta com um tiro no peito por volta das 1h30pm da última quarta-feira (20) pelo proprietário Bill Farney em Long Branch (NJ). Patrícia, que era natural de São Paulo, tem uma página no Orkut. Ela dizia “que gostava de viver intensamente e aproveitar cada minuto como se fosse o último”.

O crime

O suspeito do crime procurado pela polícia foi descrito como um sujeito com aparência hispana, o qual usava calça jeans e camisa vermelha. “Ninguém sabe ainda porque isso aconteceu. Também parece que nada foi roubado na agência”, disse Marlon Ferreira, proprietário do restaurante Minas Grill. Marlon especulou que talvez o suspeito possa ser alguém que conhecia bem a Transbrasil. “A agência tem um circuito interno de TV e fiquei sabendo que o suspeito desconectou os cabos das câmeras”, conta. A agência está localizada na 212B Westwood Ave, bem atrás da estação de trem do NJ Transit.

De acordo com Ferreira, Patrícia trabalhava sozinha durante a maior parte do tempo na agência. Marlon acredita que Patrícia trabalhava há apenas oito meses na Transbrasil, vivendo há menos de dois anos nos EUA.

Caça do assassino

Logo após o crime, a polícia de Long Branch e os investigadores do departamento do Promotor Público do Condado montaram um centro de comando temporário usando uma barraca e um trailer gerencial de emergência na Westwood Ave. Há informações de que o assassino ao fugir da cena do crime teria ido na direção ao Cherry Street Park. O trem do NJ Transit ficou parado momentaneamente para a polícia fazer a busca de possíveis suspeitos dentro dos vagões.

Os policiais fecharam as duas avenidas, Westwood e a Morris, impedindo o trânsito enquanto as investigações eram realizadas. Os investigadores foram vistos espanando a porta de entrada da agência. Somente no início da noite, os policias começaram a deixar a cena do crime.

Pânico

Nos últimos 15 dias, o condado de Monmouth registrou quatro assassinatos, sendo dois em Long Branch, um em Neptune e outro em Asbury Park. Três das vítimas eram mulheres.

Enquanto as investigações do caso Patrícia aconteciam, vários moradores da cidade assistiam as cenas. O casal Tom e Mary Beth Morris estão preocupados com o crescimento da violência em Long Branch. “Amamos esta cidade, mas isso tudo é louco”. Na última quinta-feria, Keith T. Mason, 28, levou um tiro em sua casa, na 49 da Second Ave. O crime está sendo investigado. O casal afirmou que tem mantido seus três filhos, de 13, 15 e 17 anos longe de determinadas áreas da cidade durante a noite. Mary Beth Morris disse que particularmente está preocupada com a violência das armas de fogo e o uso pelos jovens.

O crime de Patrícia Silva abalou toda comunidade brasileira faltando tão poucos dias para o Natal. Matéria publicada no Brazilian Voice.

Baixe nosso app:

Comments

comments

Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
244