DESDE 1994 SERVINDO À COMUNIDADE BRASILEIRA NOS ESTADOS UNIDOS.

Breaking news

Bósnia lembra 10 anos do massacre de Srebrenica

Milhares de pessoas estão reunidas nesta segunda-feira na Bósnia, em eventos para marcar os 10 anos do massacre de Srebrenica – considerado a pior atrocidade na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.
Cerca de 8 mil muçulmanos, incluindo crianças, foram mortos por forças bósnias-sérvias que tomaram a cidade de Srebrenica durante a guerra na Bósnia, ocorrida após a dissolução da Iugoslávia comunista.

As cerimônias para lembrar a data contam com a presença de ministros da Grã-Bretanha, da Holanda, da França e de autoridades americanas, além da presença inédita do presidente da Sérvia, Boris Tadic.

Os eventos principais ocorrem no cemitério de Potocari, onde boa parte das vítimas está enterrada. No domingo, as autoridades da Bósnia descobriram 30 novos corpos em uma vala na região. Estima-se que haja centenas no local.

A segurança é grande no local depois que duas bombas não detonadas foram localizadas na região na semana passada. Mais de 1,5 mil policiais foram deslocados a Srebrenica.

A presença de Tadic foi condenada por sérvios linha-dura, que não admitem que houve genocídio em Srebrenica.

Boicote

A promotora do tribunal internacional que investiga os crimes cometidos na ex-Iugoslávia, Carla del Ponte, está boicotando o evento.

Apesar de terem sido indiciados por genocídio, o líder bósnio-sérvio da época, Radovan Karadzic e seu comandante militar, Ratko Mladic, ainda estão em liberdade.

Até agora, somente 1,3 mil corpos das vítimas dos massacres já foram identificados por meio de exame de DNA.

Mas mais de 4,5 mil restos mortais ainda encontram-se em laboratórios da Bósnia esperando análises.

Baixe nosso app:

Comments

comments

[apss_share]
Gazeta Admininstrator
Gazeta Admininstrator
196